Mercado
Dolar: R$ 2,23  (+100,00%)
Euro: R$ 3,08  (+100,00%)
Dow Jones Nasdaq Ibovespa
+100,00% +100,00% +100,00%

Buscar em
EDIÇÃO 221    Fevereiro/2008
Imprimir | Aumentar Fonte | Diminuir Fonte | Enviar
Reportagens

Inteligência automotiva

Erica Munhoz

A competitividade no mercado e nos negócios exige profissionais cada vez mais capacitados e, importante, não apenas em sua área específica. Entender o processo como um todo para visualizar as reais necessidades e dificuldades é o grande diferencial.
Para ampliar essa idéia e eliminar o buraco que vai da academia à operação nasceu a parceria Au­toData-CEA, Centro de Estudos Automotivos, com o objetivo de levar o curso de pós-graduação latu senso em Gestão Automotiva para todo o País, além de São Paulo, onde é ministrado, desde 2000, nas dependências do Centro Universitário da FEI, Fundação Educacional Inaciana.

Generalista. “A aproximação das empresas com a universidade sempre foi tema dos dois lados”, salienta Fred Carvalho, diretor da AutoData Editora e do AutoData-CEA.
“Mas da teoria à prática havia uma lacuna. AutoData tornou-se, até pela sinergia com seus seminários e da sua própria cultura, a mediadora e integradora destes mundos.”
“O curso é ferramenta indispensável, neste momento de crescimento explosivo da indústria, na preparação dos novos líderes e executivos do setor automotivo.”
Único a oferecer formação generalista aos executivos da área automobilística no Brasil o curso tem como proposta aproximar os alunos de todos os departamentos da corporação.
Como método utiliza o desenvolvimento de pesquisas direcionadas à melhoria dos processos de gerenciamento das diversas atividades do negócio automotivo, estabelecimento e acompanhamento executivo de projetos de consultoria na área automotiva, nos campos de gestão e operacional, seminários, simpósios, fóruns e congressos cujo conteúdo seja o da difusão e interação de processos, práticas e experiências relacionadas com o negócio.
“Essa parceria nos dará poder de desdobramento muito mais intenso”, garante Luiz Carlos Mello, presidente do CEA e ex-presidente da Ford Brasil. “O papel da AutoData nessa história é mais do que divulgar o curso: nos ajudará a levá-lo para todos os cantos com a força de sua credibilidade no mercado.”
Ele explica que, ao contrário do que se possa imaginar, o curso não é exclusivo para engenheiros. Desde a primeira turma, em 2000, já passaram por lá 262 executivos de montadoras, fabricantes de autopeças, concessionárias, distribuidores de autopeças, seguradoras, bancos, órgãos de imprensa e outros setores.
“Qualquer profissional com interesse e envolvimento no negócio automotivo está apto a participar.”
Como pré-requisito exige-se graduação superior, com análise de currículo. Será avaliado, ainda, compromisso do candidato com o desenvolvimento profissional auto-sustentado, baseado em conhecimento de práticas de gestão automotiva que vão além das áreas de dedicação específica, exercício intenso da interatividade pessoal e princípio de liderança servidora e ética.
A abrangência do curso – são treze disciplinas – implica que seja modular e dividido em desenvolvimento do produto, suprimentos, logística, marke­ting, vendas, assuntos jurídicos, relações públicas, finanças, gestão de pessoas, fórum para desenvolvimento de lideranças automotivas, introdução à gestão estratégica de negócios, manufatura e qualidade, além da monografia, agora individual por determinação do Ministério da Educação.
As aulas são ministradas por 32 profissionais com vivência no setor, ainda em atividade ou não.
E como em qualquer pós-graduação 50% dos professores titulares pos­suem mestrado e doutorado: duas noites por semana durante três semestres sucessivos, as aulas somam carga de 432 horas.
Heymann Leite, professor e diretor de desenvolvimento de novos programas educacionais do CEA – e também organizador da primeira literatura específica dirigida aos alunos do curso, publicada este ano –, reforça que “diferentemente de outros cursos de gestão hoje oferecidos no mercado este se preocupa em preparar o executivo no âmbito de todo o espectro do negócio automotivo”:
“O objetivo é preencher as lacunas do aprendizado dos executivos que passam muito tempo em uma área específica sem conhecer as diversas operações do setor”.

Outros lugares. A parceria já colhe seus primeiros frutos. Para a nova turma que terá inicio em fevereiro o CEA já recebeu mais de trinta currículos, comemora Francisco Bueno, também diretor do CEA: “A adesão ao curso acontece normalmente nos últimos dias de inscrição, mas desta vez estão todos se antecipando. Claro sinal da ampliação de divulgação”.
“Do mesmo modo também estamos em negociações avançadas para ministrar o curso em outras localidades. Agora não resta dúvida de que o desejo do CEA de criar no Brasil uma inteligência automotiva está se aproximando”.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Objetivo
Preparar profissionais para atuar na gestão e liderança dos diversos segmentos do setor automotivo.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Público-alvo
Gerentes e supervisores em montadoras e fornecedores, sócios e operadores de distribuidores de veículos e autopeças, diretores de associações automotivas, executivos do mercado financeiro e da área de comunicação – propaganda e jornalismo, profissionais de outros segmentos que atuam diretamente ou tenham interesse em envolver-se no negócio automotivo.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Pré-requisitos
Graduação superior, com análise de currículo. Compromisso do candidato com o desenvolvimento profissional auto-sustentado, baseado em conhecimento de práticas de gestão automotiva que vão além das áreas de dedicação específica, exercício intenso da interatividade pessoal, crença no princípio da liderança servidora e ética.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Disciplinas
Desenvolvimento do Produto e, Suprimentos e, Logística e, Marketing e, Vendas e, Assuntos Jurídicos e, Relações Públicas e, Finanças e, Gestão de Pessoas e, Fórum para Desenvolvimento de Lideranças Automotivas e, Introdução à Gestão Estratégica de Negócios e, Manufatura e, Qualidade

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Duração do curso
432 horas-aula, em três semestres sucessivos, duas noites por semana. Turmas iniciam em fevereiro e agosto.
Voltar

 

AutoData, TranspoData, CEA, Seminários, Eventos Empresariais, Prêmio AutoData, Setor Automotivo, Editora, Revistas, Documentos, Agência de Notícias, WebTV, Gestão, Revista Automotiva, Setor Automotivo Brasileiro, Setor Automotivo Mundial, Guia de Caminhões, Guia de Ônibus, Guia de Veículos Comerciais Leves, Brazil Automotive Guide, Multimídia, Guia do Setor Automotivo Brasileiro, Setor Automotivo Latino Americano, Feiras do Setor Automotivo, Perspectivas do Setor Automotivo Brasileiro, Compras Automotivas, Revisão das Perspectivas do Setor Automotivo Brasileiro, Lançamentos de Veículos, Conjuntura do Setor Automotivo Brasileiro, Notícias sobre Empresas de Autopeças, Perspectivas do Setor de Autopeças, Evolução Tecnológica do Setor Automotivo, Desenvolvimento do Setor Automotivo Brasileiro, Mercado Brasileiro de Veículos, Mercado Brasileiro de Ônibus, Mercado Brasileiro de Caminhões, Tecnologia Automotiva, Montadoras Brasileiras, Montadoras instaladas no Brasil, Fábricas de Veículos, Fábricas de Caminhões, Fábricas de Motocicletas, Fábricas de Ônibus, Encarroçadoras de Ônibus, Encarroçadoras de Caminhões, Automóveis, Caminhões, Ônibus, Carroçarias, Pneus, Sistemistas, Montadoras, Autopeças, Anfavea, Sindipeças, Fenabrave, Abimaq, Abraciclo, Motocicletas, Volkswagen, General Motors, Fiat, Ford, Mercedes, Volvo, Scania, Iveco, MAN, PSA, Renault, Peugeot, Honda, Toyota, Nissan, Citroën, Agrale, Marcopolo, Randon, Neobus, Keko, Caio