Agência AutoData de Notícias


Negócios -
Ana Paula Machado

Grupo Águia Branca vai às compras

Array ( [last_activity] => 1493346374 [user_agent] => CCBot/2.0 (http://commoncrawl.org/faq/) [session_id] => 3njctt7nqrefkagqvo9pd9cjm2 [B64KEY] => 903b5abdad5b391216f331978f680e61 ) 1

O Grupo Águia Branca, de Cariacica, ES, comprou sessenta chassis de ônibus da Mercedes-Benz. Desses, doze são veículos 8 x 2 de 15 metros. O preço de lista deste tipo de ônibus é de cerca de R$ 1 milhão, contando o chassi e a carroceria. O plano da empresa é comprar cem equipamentos este ano para renovar a sua frota.

Segundo Paula Correia, sua diretora comercial e de marketing, dos veículos já acordados 48 serão entregues em junho e os outros em setembro. Ela informou, também, que os chassis serão encarroçados pela Marcopolo na classe double decker:

“Financiamos os ônibus por meio do Finame. O plano de renovação é mais agressivo este ano, pois em 2016 não realizamos nenhuma compra: o mercado não estava, mesmo, favorável aos investimentos”.

A executiva lembrou que em 2015 a Águia Branca comprou quarenta ônibus.

A Viação Águia Branca transporta aproximadamente 11 milhões de passageiros por ano, atendendo cerca de setecentos municípios. São mais de 330 linhas interestaduais e intermunicipais das regiões Sudeste e Nordeste.

“Temos como meta manter uma idade média dos ônibus de até 6 anos. Isso torna a nossa operação mais competitiva.”

Com essa venda a Mercedes-Benz chegou a 450 chassis negociados neste trimestre, quase 70% da comercialização total no período, quando foram comercializados 650 unidades por todas as fabricantes. Esses negócios devem refletir nos números de emplacamento nos próximos três meses.

Walter Barbosa, diretor de vendas e marketing de ônibus da Mercedes-Benz, disse que a nova legislação, que prevê a adoção de ônibus de 15 metros de cumprimento pelas empresas de transporte rodoviário, motivou os negócios no início deste ano. A empresa também informou que a Viação Garcia, do Paraná, encomendou outros doze chassis 8x2 de quinze metros.

Segundo Barbosa, o segundo semestre deverá ser “um pouco mais fraco que o primeiro. Mas, ainda veremos vendas bem melhores do que 2016”. A expectativa da Mercedes-Benz é de licenciamentos da ordem de 1,4 mil ônibus rodoviários. No ano passado, foram emplacados 800 unidades. “Nossa expectativa é alcançar cerca de 50% de participação do mercado total de ônibus rodoviários neste ano”.

Barbosa ressaltou que os fatores que deverão impulsionar o crescimento nas vendas de ônibus rodoviários, é a melhoria do ambiente econômico e a nova legislação que entra em vigor na segunda metade do ano: “Isso significa aumentar a capacidade de transporte de passageiros e mais espaço para bagagens e encomendas, otimizando o custo da operação para as empresas de transporte e assegurando mais rentabilidade”.


Empresa antecipou pedido de motores para concorrer no programa federal
Empresa, do Grupo Continental, iniciou vendas de conjuntos de peças no balcão do distribuidor para aumentar representatividade no segmento
Atualmente, linha de caminhões recebe motores 2.8 litros da empresa importados da China
Fabricante atribui queda aos investimentos em novos modelos e os custos com recall
A companhia conquistou a liderança de vendas na Argentina e já é uma das quatro maiores no México. Operações na África também impulsionam os negócios.
Redução de custos e aumento da produtividade equilibram os negócios da Empresas Randon