GM atrai sistemistas no Rio Grande

Imagem ilustrativa da notícia: GM atrai sistemistas no Rio Grande

O anúncio de investimento, de R$ 1,4 bilhão, na fábrica da General Motors em Gravataí, RS, para a produção de nova família de veículos que chegará em 2020, atraiu a atenção de seus fornecedores para o município gaúcho. Segundo o governo do Estado “seis multinacionais” que estariam envolvidas no desenvolvimento desses veículos têm em mãos projetos avançados para se instalar na cidade.

 

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, durante o ano e meio em que a GM articulou novo investimento na região, em parceria com o governo, os novos fornecedores buscavam terrenos próximos ao seu complexo industrial. Há dúvidas sobre a instalação dentro do condomínio industrial ou nos seus arredores.

O secretário disse que algumas dessas empresas cogitam fornecer para fabricantes sistemistas na condição de tier 2 ou 3 – o que não pode acontecer dentro de espaços GM: “O Estado mantém programa de incentivo que tem como objetivo aquecer cadeias produtivas como a de autopeças. Isso fez com que parte das empresas interessadas em se instalar aqui estudem a possibilidade de fornecer para mais de uma companhia”.

Dentro ou fora as empresas chegaram pelas mãos do Fundopem RS, principal programa estadual de fomento que, se não libera recursos para os projetos incentivados, permite às empresas financiarem o ICMS incremental mensal a partir de sua operação. Este ano o governo lançou o Programa Mult, com pacotes de incentivos específicos para o setor automotivo. Serão beneficiárias, por exemplo, empresas que investirem na expansão de fornecedores ou que se instalem no Estado.

O condomínio industrial de Gravataí foi inaugurado em 2000 e começou com dezesseis fornecedores instalados ao redor das linhas da GM. Atualmente são 21 empresas que fornecem componentes para Prisma e Ônix, este o veículo mais vendido do Brasil no primeiro semestre, com 98 mil 469 unidades. O segundo colocado, o Hyundai HB 20, vendeu 60 mil 460 unidades, segundo a Fenabrave.

O investimento, cujo anúncio foi feito na quinta-feira, 3, é parte do plano da empresa de investir R$ 13 bilhões no Brasil de 2014 a 2019. De janeiro a julho saíram da fábrica de Gravataí 73% dos 185 mil automóveis de passeio Chevrolet emplacados no País. Atualmente a unidade conta com 2,8 mil funcionários.

A empresa não revelou quantas novas vagas serão abertas, mas a expectativa, segundo o governo do Estado, é a de que os novos veículos demandem abertura de vagas nos novos fornecedores, ainda que a tendência seja a de que a nova linha absorva funcionários que já trabalham ali.

 

Crédito da foto: Divulgação