Tiggo 5X é recheado de itens e tem preços singulares

Imagem ilustrativa da notícia: Tiggo 5X é recheado de itens e tem preços singulares
CompartilheLançamento
12/12/2018

Anápolis, GO – Há pouco menos de dez anos uma falsa invasão de automóveis chineses acendeu o sinal amarelo nos departamentos comerciais das montadoras instaladas no Brasil. Com preços atrativos e ampla oferta de equipamentos de série esses modelos obrigaram as empresas a contra-atacar e a rechear seus veículos de entrada: o carro pé-de-boi perdia a atratividade.

 

Os chineses, além de não exercer a invasão prometida – ao menos em volume – esbarraram no quesito qualidade. Muitos defeitos, falta de capricho no acabamento e dificuldades no pós-venda deram má fama ao carro chinês por aqui. Fama, essa, que a Caoa Chery tenta mudar e, ao que parece, trilha o caminho certo.

 

Apresentado aos consumidores no Salão do Automóvel de São Paulo e visto com mais atenção pela imprensa na quarta-feira, 12, em Anápolis, GO, o SUV Tiggo 5X coloca os carros chineses em outro patamar. Primeiro pelo design, agradável aos olhos e em linha com o que se vê ofertado por marcas de outras nacionalidades. Em seguida pela sensação ao adentrar a cabine: uma preocupação com os pormenores de acabamento comparável – e, por que não?, superior – ao que se vê no mercado local, até em faixas de preço mais elevadas.

 

E é o preço o terceiro fator: com tanto conteúdo um SUV do porte do Tiggo 5X dispor, em sua versão topo de linha, de preço abaixo dos R$ 100 mil é de se chamar a atenção.

 

O Tiggo 5X tem, de série na versão T, volantes em couro com controle do piloto automático, funções do computador de bordo e controle do multimídia, sistema de entretenimento com tela de 9 polegadas sensível ao toque e espelhamento com iPhone e sistema Android, som com quatro alto-falantes, sistema de partida sem chave, direção elétrica, ar-condicionado eletrônico, saída de ar para os bancos traseiros, câmara de ré, controle de pressão dos pneus e freio de estacionamento elétrico automático. Por R$ 86 mil 990.

 

Rodas em alumínio de 18 polegadas, acabamento interno e bancos em couros, sistema de som com seis alto-falantes, faróis de neblina e teto solar panorâmico são acrescidos à versão TXS, R$ 10 mil mais cara do que a de entrada.

 

Tem 4 m 388 de comprimento, 1 m 830 de largura e 1 mil 645 de altura, com 2 m 630 de entreeixos. É movido por motor 1,5 litro turbo flex, com bloco e cabeçote de alumínio e 150cv de potência, aliado à transmissão automática DCT com dupla embreagem.

 

Henrique Sampaio, gerente de marketing da Caoa Chery, disse que a meta é vender 9 mil unidades em 2019.  Isto não colocaria o Tiggo 5X nem perto da liderança no segmento, mas já assustaria alguns concorrentes. Nada mal para um chinês - ainda que feito aqui.

 

Foto: Divulgação.