news
15/12/2014

Ford estima vender 15 mil unidades/mês da gama do novo Ka

As duas novas versões da linha do novo Ka apresentadas em evento realizado em Porto Feliz, SP, na quinta-feira, 13, completam a gama da Ford para o segmento de entrada. Com o lançamento do Ka+, sedã, 1.0 litro e Ka hatch 1.5 litro a montadora espera comercializar quinze mil veículos da família por mês, sendo dez mil do hatch e cinco mil do sedã.

Desde o lançamento do novo Ka, em setembro, cerca de 17 mil unidades já foram comercializadas. Segundo Oswaldo Ramos, gerente geral de Marketing da Ford, as novas motorizações chegam com preços mais baixos que a concorrência. “O preço menor com um bom pacote de itens de série é nosso principal fator de atração.”

O modelo hatch 1.5 varia de R$ 40,4 mil a R$ 45 mil, enquanto concorrentes como Fiat Palio 1.4, Hyundai HB20 1.6 e Chevrolet Onix 1.4 partem de R$ 42 mil, R$ 44 mil e R$ 45 mil, respectivamente.

O sedã atende critério semelhante e tem preços de R$ 38 mil a R$ 42,5 mil, enquanto seus principais concorrentes – Renault Logan, Fiat Siena, Volkswagen Voyage e Chevrolet Prisma – têm versões de entrada 1.0 que vão de R$ 38 mil a R$ 43 mil.

Segundo Ramos além das novas versões ampliarem as possibilidades de vendas não houve canibalização com a família do New Fiesta. “Chegamos a temer que isso pudesse acontecer, mas as vendas do New Fiesta continuam na casa das seis mil unidades por mês mesmo depois do lançamento do novo Ka.”

O executivo revelou que o New Fiesta vende mais no Sudeste, enquanto o novo Ka está elevando a participação da marca em outras regiões, como a Nordeste. “O consumidor entendeu a diferença. O New Fiesta tem um apelo mais esportivo, de design e status, enquanto o novo Ka é uma compra mais racional. Há espaço para os dois.”