AutoData - Anfavea: projeção de estabilidade.
news
09/02/2015

Anfavea: projeção de estabilidade.

Por André Barros

- 09/02/2015

A Anfavea divulgou na quinta-feira, 8, suas projeções para produção, mercado interno e exportações de veículos e máquinas agrícolas. Dessa vez, ao contrário do ano passado quando projetou crescimento em todos os segmentos, a associação divulgou números parecidos com os apurados em 2014.

Segundo os cálculos do departamento de estatística da Anfavea o mercado doméstico deverá fechar em linha com o resultado do ano passado, ou 3,5 milhões de unidades. O volume de exportações crescerá 1%, para 337,9 mil veículos, enquanto a produção subirá 4,1%, alcançando 3 milhões 276 mil unidades.

Para Luiz Moan, presidente da Anfavea, a nova lei que facilita a retomada dos bens de financiamentos inadimplentes trará aspecto positivo ao mercado, que compensaria o mau desempenho projetado para a economia no ano. “As financeiras já estão ampliando a concessão de crédito desde setembro. O efeito positivo seguirá durante 2015”.

A subida na produção é explicada pelo avanço esperado nas exportações e pela substituição de modelos importados por nacionais. “Acreditamos que a participação de modelos produzidos crescerá neste ano, reduzindo a participação dos importados. Em 2014 17,6% das vendas foram de modelos importados, projetamos 16% em 2015”, disse, justificando a queda com o aumento do dólar. “Acreditamos que o dólar chegará a R$ 3,10”.

Com relação às exportações, a busca por novos mercados explica a expectativa de aumento. Moan ressaltou também que o principal cliente, a Argentina, não deverá ter nova queda em 2015. “Poderá até se recuperar”.

O presidente da Anfavea afirmou ainda que as projeções divulgadas são suas expectativas mais pessimistas. “Eu, pessoalmente, acredito que cresceremos neste ano. Em 2014 tivemos grandes eventos como a Copa do Mundo e as eleições, uma grande concentração de feriados e havia um clima negativo na população. Não acredito que isso deva se repetir neste ano”.

Para a Anfavea, em valores as exportações subirão 2,5%, para US$ 11,8 bilhões. Foram divulgadas também projeções para o setor de máquinas agrícolas: estabilidade em produção e vendas e crescimento de 1% nas exportações.