Em 2017, quase 2 milhões de veículos passaram por recall

Imagem ilustrativa da notícia: Em 2017, quase 2 milhões de veículos passaram por recall

A Fundação Procon-SP publicou na terça-feira, 23, levantamento que mostra que em 2017 foram chamados 1 milhão 965 mil 253 veículos para recalls, sendo que 846 mil 103 unidades tinham problemas no airbag. Em relação ao número de campanhas, foram 128 no geral e 35 de airbag.

 

Entre as campanhas do período, a Mercedes-Benz lidera a lista com 19 recalls registrados. Fiat e Ford ocupam as posições seguintes, com 11 e 10 respectivamente.

 

Considerando o número de afetados, a Toyota ocupa a primeira posição com 573 mil 356 veículos e a Fiat em segundo, com 423 mil 027. De acordo com informações da entidade, “quanto ao número de consumidores que realizaram os recalls, temos um percentual de 48%, relativo as 977 campanhas já realizadas desde 2002”.

 

Mais recall - Na terça-feira, 23, a Mercedes-Benz do Brasil convocou os proprietários dos modelos Classe A, Classe B, Classe C e CLA período de fabricação janeiro de 2012 a março de 2014 para agendarem junto a uma concessionária a inspeção e, se necessária, a substituição dos anéis da coluna de direção.

 

No comunicado, a empresa informa que constatou a possibilidade de certos componentes da coluna de direção, anel de contato elétrico e anel de proteção, não terem sido instalados de forma adequada. E em hipótese de mau contato ou ruptura do anel de contato, pode haver uma descarga elétrica que ativa o alerta de funcionamento do airbag no painel do automóvel, podendo ocorrer a deflagração involuntária do airbag do motorista, com riscos de acidentes e danos físicos e materiais aos ocupantes do veículo e terceiros. Para agendamento e mais informações, a empresa disponibiliza o telefone 0800 970 9090 e o site www.mercedes-benz.com.br.
 
 
Motos - A Triumph Fabricação de Motocicletas de Manaus também convocou, na terça-feira, 23, os proprietários da motocicleta Speed Triple R, NN4, ano/modelo 2015/2016, modelo 2016 a comparecerem a uma concessionária para a substituição do chicote de conexão do retificador de voltagem.
 
 
A empresa informa que constatou a possibilidade de dano no chicote de conexão do retificador de voltagem devido ao atrito com o suporte metálico, o que pode ocasionar curto circuito e consequente falta de carga na bateria, desligando o motor. O desligamento inesperado pode gerar perda de controle da motocicleta com risco de acidente e danos físicos e materiais ao condutor, carona e terceiros. Para mais informações, a empresa disponibiliza o telefone 0800 727 2025 e o site www.triumphmotorcycles.com.br.
 

Foto: Divulgação.