Antônio Filosa substitui Ketter na presidência da FCA

Imagem ilustrativa da notícia: Antônio Filosa substitui Ketter na presidência da FCA
CompartilheExecutivos
23/03/2018

Foi uma surpresa para quase todos que estavam na entrevista coletiva com o CEO da FCA Sergio Marchionne em Goiana, PE, na sexta-feira, 23: o motivo da visita do principal executivo da companhia era anunciar início do terceiro turno da fábrica por conta do sucesso de vendas de Jeep Compass, Renegade e Fiat Toro. Mas a pergunta da Agência AutoData sobre a sucessão do próprio Marchionne – que se aposenta em 2019 – revelou a principal notícia do dia: Stefan Ketter está deixando a direção da FCA na América Latina e Antônio Filosa, responsável pelas operações na Argentina, assume a posição de COO, Chief Operating Office, na prática presidente da FCA para a América Latina.

“Fico contente por estarmos desenvolvendo novas lideranças internas. Essa era uma das minhas missões. Trabalho com uma lista para a minha sucessão e esse processo se estende para todos os níveis da empresa. O Antônio Filosa é exemplo do brilhante trabalho que o Stefan Ketter realizou aqui na região e agora assume a operação na América Latina”, revelou Marchionne.

Ketter até agora acumulava a presidência para a América Latina com a vice-presidência global de manufatura. Ele retorna à Europa para dar continuidade a este trabalho, além de ocupar com maior ênfase posição no conselho executivo.

Em comunicado oficial distribuído na Europa e Estados Unidos, Marchionne comentou sobre a transição: “Stefan concluiu um excepcional trabalho liderando a região América Latina. Supervisionou a industrialização da Jeep em Pernambuco e conduziu os esforços comerciais que resultaram na liderança da Jeep em SUVs ano passado.  Ele rejuvenesceu e desenvolveu as equipes na América Latina buscando a lucratividade na região durante as condições desafiadoras do mercado interno. Antônio Filosa representa uma escolha natural para seguirmos adiante”.

Filosa tem 18 anos de experiência na FCA e há um ano e oito meses ocupa a direção da operação na Argentina, além da liderança das marcas Alfa Romeo e Maserati na região.

 

Foto: Allex Chies