Justiça aprova plano de recuperação da Takata nos Estados Unidos

A Justiça estadunidense aprovou plano de recuperação da subsidiária da Takata nos Estados Unidos. A decisão abre caminho para a venda de seus ativos, estimados em US$ 1,6 bilhão, visando ao pagamento de compensações sobre feridos por problemas causados por seus air bags. As informações foram divulgadas no sábado,17, por um escritório de advocacia, e publicadas pelas agências internacionais.

 

A Takata e sua unidade estadunidense, a TK Holdings Inc., entraram em bancarrota no ano passado na sequência do maior recall automotivo na história. Muitos dos seus air bags podiam se inflar com muita força e pulverizar fragmentos de metal sobre ocupantes de um veículo, e foram ligados a centenas de feridos e a pelo menos 22 mortes.

 

Como parte do plano de falência da empresa montadoras clientes da Takata contribuem com US$ 80 milhões a US$ 130 milhões para ajudar a compensar os feridos.