Grupo Renault bate recorde de vendas no semestre

São Paulo - O Grupo Renault, formado pelas marcas Renault, Dacia, Lada, dentre outras, vendeu 2,1 milhões de veículos no primeiro semestre, novo recorde da companhia: na comparação com o mesmo período do ano passado houve crescimento de 9,8%, de acordo com os dados divulgados na segunda-feira, 16. Thierry Koskas, que integra o comitê executivo e é o seu vice-presidente executivo de vendas e marketing, ressaltou que é o terceiro ano consecutivo que o grupo atinge novo recorde no primeiro semestre.

 

Com relação às vendas por região, nas Américas o grupo cresceu 18,1% e o mercado expandiu 6,3%. Com isso, a participação de mercado subiu para 7,3% no primeiro semestre, mais um recorde registrado, resultado da ofensiva da empresa no segmento de SUVs. No Brasil as vendas da Renault cresceram 27,8% e a participação de mercado foi para 8,3%, outro recorde. Na Argentina, segundo principal mercado da região, a companhia registrou alta de 22,2%.

 

Na Europa as vendas somaram 1 milhão 70 mil 718 unidades, alta de 4,4% com relação ao mesmo período do ano passado. Na região Ásia Pacífico a expansão das vendas foi de 69,5% e, na Eurásia, expandiram 15,1% na mesma base de comparação. Na África, Oriente Médio e Índia as vendas caíram 4,5%.

 

Projeções - A companhia divulgou suas projeções para o mercado global: em 2018, segundo seus cálculos, será 3% superior ao de 2017: para o Brasil o grupo espera avanço de 10%, acima de 10% para a Rússia, de 5% para a China e de 8% para a Índia.