Mercado uruguaio de veículos vive queda livre

São Paulo - O aumento da taxa sobre as importações, a alta do preço do petróleo e a valorização do dólar derrubaram as vendas no mercado interno de veículos do Uruguai. De janeiro a julho foram vendidos 2 mil 727 unidades, o que representou queda de 30,5% na comparação com o volume vendido em idêntico período do ano passado.

 

Veículos da Renault foram os mais emplacados, com 3 mil 477 unidades. A Volkswagen foi a segunda no ranking de vendas, 3 mil 432, e a FCA a terceira, com 3 mil 308 unidades.