China sustenta vendas globais do Grupo Volkswagen em junho

São Paulo – As vendas do Grupo Volkswagen, que incluem automóveis, comerciais leves, caminhões e chassis de ônibus, em junho, apresentaram crescimento de 1,6% sobre o volume vendido pelo grupo em junho do ano passado.

 

De acordo com balanço divulgado na sexta-feira, 12, as vendas realizadas na China conseguiram sustentar os volumes em nível positivo, compensando as quedas nas demais regiões onde o grupo atua, como Europa, América do Norte e América do Sul.

 

Segundo Christian Dahlheim, chefe de vendas do grupo, as vendas registraram crescimento na China dada “mudança nos padrões de emissões”, o que levou os consumidores a comprar mais veículos naquele país. Na região da Ásia, o Grupo VW vendeu em junho um total de 381,4 mil unidades, o que representa um volume 11,3% maior do que o vendido em junho do ano passado.  

 

O volume vendido na América do Sul em junho foi quase o mesmo registrado em igual mês no ano passado: 48,6 mil unidades, ou 0,1% menos. O Brasil, o maior mercado da região, registrou alta nas vendas de 14,8%, chegando a 38,2 mil veículos. Na Argentina, por outro lado, recuo de 48,6% com um volume de 5,1 mil unidades.

 

Na Europa, as vendas foram 4,8% menores do que em junho do ano passado, chegando a 435 mil unidades. Na América do Norte, 0,5% menos, com 80,7 mil unidades.