Nissan e Carlos Ghosn pagarão multa de US$ 16 milhões

São Paulo -- A Nissan e Carlos Ghosn, o seu ex-CEO, pagarão US$ 16 milhões em multa emitida pela SEC, a comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos. O pagamento diz respeito às divulgações financeiras que omitiram mais de US$ 140 milhões que seriam pagos a Ghosn em sua aposentadoria. A Nissan pagará US$ 15 milhões, enquanto Ghosn concordou com uma multa civil de US$ 1 milhão e uma proibição de dez anos de exercer cargo diretivo em empresa estadunidense de capital aberto.