Continental pretende reduzir a zero impacto ambiental em Ponta Grossa

Foto Jornalista  Redação AutoData

Por Redação AutoData

Compartilhenews
13/01/2022

São Paulo – Para reduzir a zero o impacto ambiental provocado pelas 50 toneladas de resíduos orgânicos gerados anualmente pelas atividades em uma de suas principais plantas no País, em Ponta Grossa, PR, a Continental firmou parceria com a Usina Termelétrica a Biogás da cidade. A partir do reaproveitamento desses resíduos será produzida energia elétrica para suprir instalações pertencentes à Prefeitura local. A usina é pública, a primeira do Brasil.

Com capacidade para processar 30 toneladas de resíduos por dia, e considerando que cada tonelada gera 13,3 kWh de energia, a eletricidade resultante será suficiente para abastecer a própria usina e assegurar o funcionamento do Paço de Ponta Grossa, do Hospital Municipal Amadeu Puppi, do Hospital Universitário Materno Infantil e da UPA Sant’Ana. Para fechar o ciclo até o caminhão que realiza o transporte dos resíduos é elétrico.

A iniciativa integra ações da Continental em linha com o Acordo de Paris, tratado ambiental homologado pela Organização das Nações Unidas. O intuito da companhia é reduzir em 20% o consumo de energia nas suas instalações pelo mundo, gerando economia de, pelo menos, 1TWh até 2030.