Fabricantes se unem por estudo sobre veículos autônomos

Imagem ilustrativa da notícia: Fabricantes se unem por estudo sobre veículos autônomos

São Paulo – Onze empresas envolvidas no desenvolvimento de veículos autônomos divulgaram na segunda-feira, 15, a produção conjunta de documento que sugere padronização nas tecnologias empregadas na condução autônoma. O texto representa, na prática, uma espécie de guia para que montadoras e seus fornecedores, que estão debruçados sobre projetos de veículos autônomos, possam estar alinhados àquilo que se acredita ser fundamental para a viabilidade desses veículos no mercado, no futuro.

 

Aptiv, Audi, Baidu, BMW, Continental, Daimler, FCA, Here, Infineon, Intel e Volkswagen assinam o documento Segurança em Primeiro Lugar para a Direção Automatizada, que, como sugere o nome, ressalta a importância da segurança quando o tema é autonomia veicular. No texto as companhias apresentam seus pontos de vista acerca do design e tecnologias que tornam possível a direção autônoma nos níveis três e quatro, os mais avançados.

 

As empresas sugerem, por exemplo, que para aumentar a segurança dos veículos autônomos é preciso empregar mais o conceito de machine learning, que diz respeito à capacidade do sistema que gerencia o controle do veículo de aprender e interagir com as informações inseridas durante o trajeto – o que resolveria um gargalo existente hoje no desenvolvimento de veículos autônomos, que é fazer os automóveis reconhecerem com precisão o terreno e diferenciar pessoas e obstáculos móveis e fixos.

 

A solução para isso, aponta o documento, seria a padronização da tecnologia de identificação, algo que, atualmente, não acontece.

 

Foto: Divulgação.