Argo, da Ford, adquire produtora de sensores Lidar para autônomos

A Ford anunciou que sua parceira Argo AI, especialista em inteligência artificil, comprou o controle da Princeton Lightwave, especializada em sensores Lidar, essenciais para o funcionamento dos carros autônomos. Esse sistema funciona com varredura a laser e é responsável  pela criação da visão tridimensional que permite aos autônomos se localizar no ambiente e detectar outros veículos, pedestres e ciclistas.

 

Com a integração da equipe da Princeton Lightwave a Argo ganha posição privilegiada para inovar tanto no desenvolvimento dos sensores como no de sua interface com os softwares. Segundo Bryan Salesky, presidente da Argo, a tecnologia da Princeton Lightwave "ajudará a abrir caminho para criar novos recursos que ajudarão o sistema de direção virtual a detectar objetos em condições desafiadoras como sob chuva, neblina e neve e operar com segurança em alta velocidade em ambientes dinâmicos".

 

Apesar do grande progresso no desenvolvimento dos carros autônomos, ele reconhece, ainda há muito a ser feito para tornar viável o uso dessa tecnologia em larga escala. Ao mesmo tempo em que se busca aumentar o alcance, a resolução e o campo de visão dos sensores Lidar outra preocupação é reduzir os custos e dispor da produção desses equipamentos em escala.

 

A Ford assumiu o controle acionário da Argo AI em fevereiro, quando anunciou investimento de US$ 1 bilhão na empresa no prazo de cinco anos para o desenvolvimento de sistema de direção virtual para veículos autônomos. Fundada por ex-líderes do Google e do Uber a empresa continuou a operar com grande independência e participação significativa dos empregados no seu capital.