Magneti Marelli celebra os 15 anos da tecnologia flexfuel

A Magneti Marelli celebra os 15 anos do desenvolvimento do SFS, software flexfuel sensor, que gerencia a queima do álcool, da gasolina ou de qualquer proporção de mistura dos dois combustíveis, que fez sua estreia em 2003 equipando o Volkswagen Gol. Hoje já há mais de 12 milhões de veículos fabricados aqui dotados do SFS. A Magneti Marelli fornece seu sistema para CAOA Chery, FCA, Mitsubishi e Volkswagen.

 

Durante esses anos a Magneti Marelli promoveu atualizações tecnológicas para atender desde as constantes alterações nas normas de emissões, a chegada de modelos mais eficientes, como os motores de três cilindros, que exige software com capacidade aumentada para calcular informações mais sofisticadas, até o desenvolvimento e lançamento do sistema de partida a frio que dispensou o tanquinho

 

Em comunicado distribuído na segunda-feira, 26, Gino Montanari, diretor de P&D da Magneti Marelli powertrain e sistemas eletrônicos, recordou que “o sistema SFS foi um grande acerto porque deixa o consumidor livre para escolher qual tipo de combustível deseja usar e veio para ficar, principalmente porque se adapta perfeitamente às novas matrizes energéticas, como os veículos híbridos”.

 

Disse, também, que o flexfuel desperta interesse em outros mercados: “Nos últimos anos seu volume de exportação aumentou significativamente para vários países da América do Sul, como Argentina e Paraguai”.