news
29/03/2018

Menor velocidade significa menos mortes no trânsito

Foto Jornalista  Redação AutoData

Redação AutoData

As velocidades mais baixas tornam as estradas mais seguras, revela novo relatório do Fórum Internacional dos Transportes divulgado na quinta-feira, 29. O estudo examinou como o desempenho de segurança rodoviária em dez países mudou depois de alterados os limites de velocidade ou após a introdução de câmaras de velocidade automáticas em larga escala.  

 

Todos os casos indicaram uma forte relação de velocidade com número de acidentes: um aumento na velocidade média foi acompanhado por um número maior de acidentes e vítimas. Sua diminuição foi associada a menos acidentes e baixas — em nenhum caso o aumento da velocidade média coincidiu com menos acidentes ou vítimas.  

 

Esses resultados confirmam as evidências científicas existentes de que a velocidade influencia diretamente a ocorrência de acidentes de trânsito e sua gravidade.  

 

De acordo com fórmula científica amplamente utilizada cada aumento de 1% na velocidade média resulta em um aumento de 2% em todos os acidentes com ferimentos, um aumento de 3% em acidentes fatais e graves e 4% mais acidentes fatais.  Assim, reduzir a velocidade em alguns km/h pode reduzir significativamente os riscos e a gravidade dos acidentes.  

 

O relatório observou que velocidades de direção mais baixas geralmente melhoram a qualidade de vida dos cidadãos, especialmente em áreas urbanas. Eles também reduzem as emissões, o consumo de combustível e o ruído. A segurança rodoviária será um tema central da Cúpula de Ministros dos Transportes de 2018, organizada pelo Foro Internacional de Transporte, de 23 a 25 de maio em Leipzig, Alemanha.