Greve na Mercedes-Benz entra no quarto dia

Entrou no quarto dia a greve dos trabalhadores da fábrica da Mercedes-Benz em São Bernardo do Campo, SP. As negociações não avançaram na assembleia realizada na quinta-feira, 17, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. A entidade informou que a greve seguirá até que a empresa apresente proposta de acordo coletivo que contemple as principais reinvindicações da categoria.

 

As negociações, que começaram em abril, abrangem basicamente questões salariais.

 

De acordo com Aroaldo Oliveira, secretário geral do sindicato e funcionário da própria Mercedes-Benz, existe um impasse com relação ao valor da PLR, Participação nos Lucros e Resultados, e à reposição salarial.

 

Nova assembleia ocorrerá na manhã da sexta-feira, 18.