General Motors suspenderá 1,5 mil funcionários na Argentina

São Paulo - A General Motors deverá suspender 1,5 mil funcionários da fábrica que mantém em Rosario, Argentina. De acordo com o site venezuelano Flash de Motor a crise que a Argentina vive no mercado interno foi preponderante para que a empresa tomasse essa decisão.

 

Para que não haja demissões o sindicato local e a companhia acordaram que, até dezembro, a produção será interrompida durante uma semana por mês. Na fábrica, que opera desde 1997, a GM produz o modelo Chevrolet Cruze.