Renault, Nissan e Mitsubishi reafirmam comprometimento com Aliança

São Paulo – Comunicado divulgado pela Aliança Renault Nissan Mitsubishi na quinta-feira, 29, procura afastar as afirmações de que a parceria, de quase duas décadas, corre riscos após a prisão de Carlos Ghosn, seu principal executivo. No texto os conselhos de administração das três companhias “reiteram enfaticamente – de forma individual e coletiva – seu profundo comprometimento com a Aliança”.

 

Na segunda-feira, 26, veículos da imprensa japonesa divulgaram que o presidente da Nissan, Hiroto Saikawa, afirmara a funcionários que a Aliança precisaria passar por uma revisão, pois o relacionamento da empresa com a Renault seria “desigual”.

 

A nota termina, mais uma vez, buscando dar ênfase à parceria: “Continuamos totalmente comprometidos com a Aliança”.