Cresce lucro da CNH Industrial em 2018

São Paulo – A CNH Industrial registrou lucro líquido de US$ 1 bilhão 117 milhões no ano passado, o que representa US$ 466 milhões a mais sobre o lucro obtido em 2017. O balanço da companhia controladora da Iveco, FPT, Case e New Holland foi divulgado na quinta-feira, 14, e indicou também receita de US$ 29,7 bilhões em 2018.

 

Por segmento de atuação o documento mostrou que os negócios do seu braço agrícola foram 9% maiores no ano passado na comparação com 2017, com lucro de US$ 1 bilhão 36 milhões. Os negócios na América do Norte foram os responsáveis pela alta.

 

Na construção as vendas de equipamentos registraram crescimento de 19% no ano de 2018 em comparação com 2017, resultado obtido em função de negócios realizados também na América do Norte. O lucro registrado foi de US$ 91 milhões, segundo o comunicado.

 

As vendas de veículos comerciais aumentaram 4%. O segmento vem de queda no quarto trimestre devido a volumes menores, principalmente em caminhões pesados na Europa, Oriente Médio e África. O lucro obtido no ano passado foi de US$ 299 milhões.

 

As vendas no segmento de powertrain aumentaram 5% devido ao “maior volume de vendas de aplicações de motor”, informou a companhia em seu balanço. O lucro foi de US$ 406 milhões, um aumento de US$ 46 milhões em comparação aos US$ 360 milhões do ano passado. 

 

Quedas foram registradas nos serviços financeiros, nos quais a empresa opera com o Banco CNH Industrial, com receita de US$ 1 bilhão 989 milhões,  recuo de 2%. O lucro líquido foi de US$ 385 milhões, uma redução de US$ 67 milhões com relação ao mesmo período de 2017.

 

Os resultado, segundo a empresa, “confirmam trajetória de crescimento rentável, apesar de um ambiente macroeconômico e de negócios mais retraído na segunda parte do ano, causado pela escalada de tensões comerciais, incertezas econômicas e políticas e expectativa geral de desaceleração na economia global”.

 

Para 2019 a projeção é a de que as vendas líquidas resultem em US$ 28 bilhões.