Caminhão elétrico MAN será testado pela Ambev

Imagem ilustrativa da notícia: Caminhão elétrico MAN será testado pela Ambev
CompartilheFenatran 2017
16/10/2017

A principal atração da MAN na Fenatran 2017 é o e-Delivery, caminhão elétrico ainda na fase de protótipo, que integrará a frota da Ambev já no ano que vem -- a Ambev é um dos principais clientes da MAN. Ricardo Alouche, vice-presidente de vendas, marketing e pós-vendas da MAN, contou como surgiu o interesse da Ambev:

 

“Vendemos, há pouco tempo, 405 caminhões para a Ambev e durante as negociações a empresa demonstrou interesse em veículos não poluentes, com menor nível de ruído, e nós oferecemos o nosso protótipo do caminhão elétrico para ser testado na sua frota, a partir de março".

 

A MAN tem apenas duas unidades do e-Delivery. Enquanto uma é testada no uso diário no Brasil a outra é aprimorada pela empresa na Alemanha, para que os testes estejam finalizados a partir de 2020, quando a MAN terá tecnologia pronta para produzir o modelo em série. Mas há um caminho a percorrer até a produção em série:

 

“A partir de 2020 teremos condições de entregar este caminhão para qualquer cliente, desde que os testes, todos, sejam positivos, e que a gente encontre uma equação econômica viável, com o cliente colocando o preço máximo e que seja possível produzir o caminhão com custo abaixo desse valor. Por isso ainda é um protótipo, pois é preciso chegar a essa adequação de preço e custo. Mas fatores como tecnologia nacional e plataforma modular podem ajudar nessa conta”.

 

Porém, caso a Ambev tenha interesse em compor a sua frota com algumas unidades do e-Delivery, a MAN já tem capacidade para produzir o modelo: “Se depois de seis meses de testes, por exemplo, a Ambev decidir que precisa de mais dez ou vinte unidades, nós conseguiremos atender com uma produção especial, chamada internamente de SDE”.

 

A tecnologia utilizada no e-Delivery é nacional, desenvolvida em parceria com a Eletra, que forneceu o powertrain do caminhão, motor e câmbio, e baterias. Empresas parceiras da Eletra fornecem esses componentes, que são centralizados e fornecidos para a MAN. Engenheiros das duas empresas trabalharam juntos para tornar viável o produto do ponto de vista técnico. No futuro, com produção em série, a MAN fará o e-Devilery na mesma plataforma que produz o Delivery com  motor a combustão, como já existe na produção de automóveis, utilizando uma plataforma modular. É um projeto totalmente desenvolvido em Rezende, RJ.

 

A MAN notou que essa parceria com a Ambev não tem exclusividade, pois pretende atender a outras empresas no futuro, de outros segmentos, como o de logística: “A gama de clientes potenciais é altamente expressiva também em outros segmentos, como o de logística, com a JSL, que já é nossa cliente e que opera dentro dos principais centros urbanos do Brasil. Concorrentes da Ambev também poderão usar o caminhão elétrico”.

 

A unidade e-Delivery que ficará com a Ambev tem motor de 80 kW, ou 109 cv, torque de 49,8 kgfm, câmbio automático e autonomia de 200 quilômetros, segundo a MAN. Para uma recarga completa da bateria são necessárias três horas, e uma recarga rápida, de 30%, é feita em 15 minutos.