SUV Tiggo 2 chega de olho em Ecosport e Duster

Imagem ilustrativa da notícia: SUV Tiggo 2 chega de olho em Ecosport e Duster
CompartilheLançamento
28/03/2018

O Tiggo 2, lançado pela Caoa Chery na quarta-feira, 28, chega ao mercado brasileiro em duas versões: a de entrada, chamada Look, e a versão completa, batizada de ACT, com preços estipulados em R$ 59 mil 990 e R$ 66 mil 490, preços menores do que o de modelos concorrentes. A oferta de mais funcionalidades formam a base do plano comercial da empresa.

 

Uma comparação de valores feita pela empresa, citando os modelos Ford Ecosport e Renault Duster, mostrou que os valores que propõe são menores: R$ 10 mil menos no caso do Look, e R$ 16 mil menos na versão ACT. Para chegar a essa diferença Márcio Alfonso, CEO da companhia, disse que foi preciso diminuir as margens:

 

“Não só as nossas, mas também as dos concessionários. No começo da operação precisamos ser mais agressivos para conquistar mercado”.

 

O conteúdo de peças fabricadas na China também é apontado como um fator que permitiu a redução do valor final dos modelos lançados. O Tiggo 2 terá até dezembro 20% de conteúdo nacional e pode chegar a ter mais quando a empresa contar com fornecimento local de parceiros que são globais.

 

Vidros e materiais de acabemento são exemplos de componentes nacionais presentes no veículo. Motor e transmissão são montados em Jacareí, SP, após os componentes chegarem da China. O sistemas eletrônicos e a tela de LCD da versão ACT também são importados.

 

As duas versões são equipadas com motor Chery 1.5, com com quatro válvulas por cilindro e comando de válvulas variável, o VVT. A alimentação é bicombustível e possui sistema de partida a frio elétrico. A potência é de 115 CV, com etanol, e de 110 CV com com gasolina -- inferior à dos concorrentes da Ford e da Renault.

 

A transmissão das duas versões é manual de cinco velocidades, e até junho chega a versão automática. As cores dispõem de cinco opções: duas sólidas, branco e preta,  e três metálicas, prata, azul e marrom. No caso da versão ACT existe a possibilidade de teto pintado em preto para prata, branco e azul ao custo de R$ 1,5 mil adicionais.

 

Ambas as versões compartilham itens de série, como freio ABS, airbag duplo frontal e direção hidráulica, por exemplo. A versão mais completa tem como diferencial da de entrada controle de estabilidade, piloto automático e câmera de ré.

 

Foto: Divulgação.