Feira em Dubai rende US$ 1,2 milhão a autopeças

Imagem ilustrativa da notícia: Feira em Dubai rende US$ 1,2 milhão a autopeças

As fabricantes brasileiras de autopeças que participaram da Automechanika Dubai, no começo de maio, mantiveram 785 encontros de negócios com compradores de 23 países. Essas negociações movimentaram US$ 1,2 milhão, de acordo com as informações antecipadas pelo Sindipeças, entidade que representa as empresas fabricantes de autopeças, para a Agência AutoData.

 

Empresas da Alemanha, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito, Estados Unidos e Turquia participaram das reuniões de negócios no pavilhão brasileiro da feira. A expectativa é a de que sejam movimentados US$ 5,3 milhões em negócios nos próximos doze meses.

 

As fabricantes nacionais que formaram o pavilhão brasileiro na Automrchanika Dubai foram ABR, Acumuladores Moura, Autimpex, Freios Controil, Duroline, Fras-le, Fundição Batatais, Fremax, Italspeed, Master Power, MZK Rolamentos, Ori Truck, Riosulense, Reserplastic, Ric Componentes, Schadek Automotive, Shana, Suporte Rei, Suspensys, Tecnomotor, Urba-Brosol, Vipal Borrachas, Zen e Zinni & Güell.

 

Paulo Gomes, diretor comercial para o mercado de reposição e marketing de autopeças da Fras-le, disse que a empresa já tem negócios na região e a maior parte do volume exportado é para países como Egito, Irã, Turquia e Emirados Árabes Unidos, sendo que o último funciona como um reexportador para as demais regiões do Oriente Médio e Norte da África:

 

“Nossa presença no evento visou a consolidar a marca naquele mercado e transformar nosso estande numa sala de visitas para nossos clientes e interessados. Trata-se de um primeiro contato que em geral gera negócios posteriores ao longo do ano”.

 

A Zen participa da mostra em Dubai há cinco anos e pretende estar na próxima edição, pois a região é muito importante para a companhia – aproximadamente 5% da sua receita vem dos negócios na África e no Oriente Médio. Acácio Freitas, seu supervisor de marketing estratégico, lembrou que a participação da empresa na feira tinha como objetivo fomentar importantes negócios e estreitar relacionamento com clientes.

 

As fabricantes de autopeças foram levadas para a Automechanika Dubai como parte de uma ação coordenada pelo projeto Brasil Auto Parts – Trusted Partners, parceria do Sindipeças com a Apex-Brasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportadores e Investimentos.

 

Em 2017, quando participaram da feira 22 empresas brasileiras, foram feitos 864 contatos comerciais no pavilhão brasileiro, que renderam aproximadamente US$ 5 milhões em negócios em um ano. De acordo com o Sindipeças alguns foram concluídos na própria Automechanika.

 

Balança

 

As exportações totais de autopeças no primeiro trimestre do ano somaram US$ 1,9 bilhão, 20,5% a mais do que no mesmo período do ano passado. As importações cresceram 12,5%, chegando a US$ 3,5 bilhões, de acordo com os dados divulgados pelo Sindipeças.

 

No ano passado o total de embarques brasileiros de autopeças somaram US$ 7,4 bilhões. A expectativa da entidade para este ano é crescer 11,5%, somando US$ 8,3 bilhões em exportações.

 

Foto: Divulgação.