Mercado
14/05/2018

Feira em Dubai rende US$ 1,2 milhão a autopeças

Imagem ilustrativa da notícia: Feira em Dubai rende US$ 1,2 milhão a autopeças
Foto Jornalista  Caio Bednarski

Caio Bednarski

As fabricantes brasileiras de autopeças que participaram da Automechanika Dubai, no começo de maio, mantiveram 785 encontros de negócios com compradores de 23 países. Essas negociações movimentaram US$ 1,2 milhão, de acordo com as informações antecipadas pelo Sindipeças, entidade que representa as empresas fabricantes de autopeças, para a Agência AutoData.

 

Empresas da Alemanha, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito, Estados Unidos e Turquia participaram das reuniões de negócios no pavilhão brasileiro da feira. A expectativa é a de que sejam movimentados US$ 5,3 milhões em negócios nos próximos doze meses.

 

As fabricantes nacionais que formaram o pavilhão brasileiro na Automrchanika Dubai foram ABR, Acumuladores Moura, Autimpex, Freios Controil, Duroline, Fras-le, Fundição Batatais, Fremax, Italspeed, Master Power, MZK Rolamentos, Ori Truck, Riosulense, Reserplastic, Ric Componentes, Schadek Automotive, Shana, Suporte Rei, Suspensys, Tecnomotor, Urba-Brosol, Vipal Borrachas, Zen e Zinni & Güell.

 

Paulo Gomes, diretor comercial para o mercado de reposição e marketing de autopeças da Fras-le, disse que a empresa já tem negócios na região e a maior parte do volume exportado é para países como Egito, Irã, Turquia e Emirados Árabes Unidos, sendo que o último funciona como um reexportador para as demais regiões do Oriente Médio e Norte da África:

 

“Nossa presença no evento visou a consolidar a marca naquele mercado e transformar nosso estande numa sala de visitas para nossos clientes e interessados. Trata-se de um primeiro contato que em geral gera negócios posteriores ao longo do ano”.

 

A Zen participa da mostra em Dubai há cinco anos e pretende estar na próxima edição, pois a região é muito importante para a companhia – aproximadamente 5% da sua receita vem dos negócios na África e no Oriente Médio. Acácio Freitas, seu supervisor de marketing estratégico, lembrou que a participação da empresa na feira tinha como objetivo fomentar importantes negócios e estreitar relacionamento com clientes.

 

As fabricantes de autopeças foram levadas para a Automechanika Dubai como parte de uma ação coordenada pelo projeto Brasil Auto Parts – Trusted Partners, parceria do Sindipeças com a Apex-Brasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportadores e Investimentos.

 

Em 2017, quando participaram da feira 22 empresas brasileiras, foram feitos 864 contatos comerciais no pavilhão brasileiro, que renderam aproximadamente US$ 5 milhões em negócios em um ano. De acordo com o Sindipeças alguns foram concluídos na própria Automechanika.

 

Balança

 

As exportações totais de autopeças no primeiro trimestre do ano somaram US$ 1,9 bilhão, 20,5% a mais do que no mesmo período do ano passado. As importações cresceram 12,5%, chegando a US$ 3,5 bilhões, de acordo com os dados divulgados pelo Sindipeças.

 

No ano passado o total de embarques brasileiros de autopeças somaram US$ 7,4 bilhões. A expectativa da entidade para este ano é crescer 11,5%, somando US$ 8,3 bilhões em exportações.

 

Foto: Divulgação.