Abeifa mantém projeção apesar do câmbio

Imagem ilustrativa da notícia: Abeifa mantém projeção apesar do câmbio

São Paulo – A Abeifa anunciou na terça-feira, 4, que o segmento de veículos importados mantém viva a esperança de vender 40 mil unidades este ano, ainda que o dólar alto dificulte os negócios. A entidade sustenta a projeção mesmo diante da cotação atual, estabilizada em R$ 4,10. Para o vice-presidente Paulo Ferreira a meta será alcançada com a moeda valendo de R$ 3,20 a R$ 3,60:

 

“O segundo semestre é um cenário de incertezas por causa das eleições. Não sabemos até qual patamar mas o dólar vai sofrer desvalorização até dezembro. A expectativa é a de que haja redução após o primeiro turno, com a moeda já sendo influenciada com o direcionamento da votação”.

 

Para a Abeifa, uma vez alcançado patamar menor do que R$ 4,00 aumentam as possibilidades de as empresas alcançarem a meta estipulada para o ano: “No último quadrimestre do ano tentaremos manter as vendas mensais em torno das 3,8 mil unidades, mas, a permanecer com o dólar acima dos R$ 4,00, sequer alcançaremos a meta”.

 

Ferreira disse, ainda, que as categorias mais sensíveis ao dólar alto são as que envolvem veículos de alta gama: “Os consumidores desses veículos adiaram a troca por um novo este ano diante da oscilação da economia. O dólar é um componente que também afeta a decisão”.

 

Até agosto o desempenho comercial das associadas da Abeifa gerou volume de vendas de 24 mil 850 unidades, o que representa alta de 32% ante igual período do ano passado, quando o segmento vendeu 18 mil 822 veículos.

 

Foto: Divulgação.