Audi quer a atenção do público jovem

Imagem ilustrativa da notícia: Audi quer a atenção do público jovem
CompartilhePublicidade
20/02/2019

São Paulo – A Audi preparou para 2019 seu maior investimento em comunicação dos últimos anos. Os veículos de mídia já transmitem os primeiros filmes e imprimem as primeiras páginas da campanha de varejo, que se estenderá ao longo de todo o ano e tem um objetivo claro: atrair a atenção do público jovem para a marca.

 

Segundo o diretor de marketing Cláudio Rawicz pesquisas globais indicam que a idade média do consumidor Audi cresce a cada ano: “E não é porque o jovem está desinteressado por automóveis. Outras pesquisas indicam que isso é um mito, eles querem comprar carro, sim”.

 

Daí a necessidade de rejuvenescer a marca com uma campanha de varejo que foge do padrão daquelas promovidas pelas fabricantes de automóveis premium. O objetivo de atrair os jovens foi levado ao extremo: o primeiro filme da campanha mostra a corrida de um casal para o hospital para o parto de seu filho – a bordo de um Audi.

 

Segundo Marcelo Nogueira, diretor de criação da AlmapBBDO, agência responsável pela idealização e produção da campanha, o filme conta a história de uma bebê que cria uma relação especial com a Audi desde o dia de seu nascimento. Os demais filmes acompanham o crescimento da criança: os primeiros passos, o brinquedo preferido, etc.

 

Rawicz argumenta que a campanha ressalta o conceito emoção desde a primeira volta, slogan presente nos sete vídeos que trazem, também, os carros da Audi: “Queríamos fugir dos vídeos tradicionais do segmento, que ressaltam as tecnologias do veículo. Algo mais humanizado”.

 

As peças de varejo compõem um dos pilares de toda a campanha da Audi, que ainda investirá na própria identidade da marca, destacando o desejo pelo produto premium, se esforçará em colar a Audi à sustentabilidade, usando como instrumento o veículo elétrico e-tron – que chega ao mercado brasileiro ainda este ano – e o Audisport, divisão de competição. Esta última ganhará também uma campanha publicitária especifica.

 

Outra mudança importante nessa nova campanha foi a distribuição dos investimentos: as mídias digitais receberão em torno de 40% do valor, quase o dobro do porcentual aplicado no ano passado. Rawicz não revelou o aporte em marketing deste ano, mas disse ser similar ao de 2018 – ano em que boa parte da verba foi direcionada para o Salão do Automóvel.

 

Foto: Divulgação.