LS Tractor projeta boas vendas na Agrishow

Imagem ilustrativa da notícia: LS Tractor projeta boas vendas na Agrishow
CompartilheAgronegócio
03/05/2019

Ribeirão Preto, SP – Os primeiros dias de Agrishow animaram a direção da LS Tractor, produtora de tratores para o segmento agrícola com fábrica em Garuva, SC. Nas contas do gerente nacional de vendas, Ronaldo Pereira, o evento deverá render em torno de 550 intenções de compras para a empresa.

 

"Os dois primeiros dias de Agrishow foram, para a gente, os melhores da história. Das intenções projetadas, cerca de 80% se tornam vendas efetivas porque os compradores dependem das aprovações dos pedidos de financiamento e as entregas acontecerão em até noventa dias".

 

Os volumes poderiam ser ainda maiores, segundo Pereira, se os recursos do BNDES para o Moderfrota não tivessem chegado ao fim. "Esperávamos um aporte de R$ 2 bilhões para a Agrishow. Os R$ 500 milhões anunciados pela ministra ficaram muito abaixo do esperado, será suficiente para financiar uma pequena parte dos negócios fechados".

 

O fato de o anúncio ter sido feito apenas na abertura do evento mexeu também com a programação dos compradores, calcula Pereira. Alguns, segundo ele, sequer vieram ao evento por não enxergar no horizonte financiamentos.

 

A LS Tractor aproveitou a Agrishow para lançar dois novos modelos de tratores, um de 125cv e outro de 145cv. Com isso, ampliou sua faixa de atuação, antes restritas a modelos de até 100cv.

 

"Com esses lançamentos e uma cobertura maior do mercado, acredito que cresceremos 25% na comparação com o ano passado, enquanto o mercado deve ter alta de 8% a 10%”.

 

Pereira disse que o portfólio da LS Tractor é focado nos pequenos produtores, que participam do programa Mais Alimentos, com quem a empresa fecha cerca de 70% dos seus negócios. Os financiamentos são realizados pelo Pronaf. A fábrica da companhia no Brasil está instalada em Garuva, SC, com capacidade produtiva de 5 mil tratores por ano em um turno. Para 2019, a empresa projeta alta de dois dígitos na produção, que ficará de 4 mil a 4,5 mil tratores.

 

A LS Tractor também exporta cerca de 25% da sua produção nacional e os principais mercados são a África e o Paraguai: "Nossas exportações atendem toda a América Latina, o México e as Filipinas".

 

Foto: Divulgação.