Filosa: há sinergias FCA e PSA na América Latina.

Imagem ilustrativa da notícia: Filosa: há sinergias FCA e PSA na América Latina.
CompartilheNegócios
12/02/2020

São Paulo – Nada muda nas operações FCA e PSA até, ao menos, o fim do ano. Há grupos de estudos debruçados sobre as possibilidades geradas com a fusão anunciada em dezembro, avaliando sinergias e potenciais negócios conjuntos, mas, até lá, a ordem é seguir a vida normal, segundo o presidente da FCA América Latina, Antonio Filosa.

 

“Ficamos como estamos, em todas as regiões do mundo”, disse o executivo. “Deveremos ter uma reorganização, mas só saberemos mais próximos do anúncio final. Uma fusão dessas leva pelo menos doze meses, então no fim do ano, começo de 2020, termina este processo.”

 

Sem fornecer pormenores Filosa avaliou a possibilidade de sinergias nas operações latino-americanas. Por aqui são quatro fábricas FCA, Betim, MG, Goiana, PE, Campo Largo, PR, e Córdoba, Argentina, e duas PSA, Porto Real, RJ, e El Palomar, Argentina.

 

“Na região da Europa é possível que haja mais possibilidades, mas na América Latina são negócios relevantes. Na América do Norte, menos, e na Ásia-Pacífico as duas empresas poderão crescer juntas. Mas em todas as regiões há boas oportunidades de sinergias identificadas, todas terão bons resultados com a fusão.”

 

Em dezembro, quando anunciada a fusão, as empresas calcularam possibilidade de € 3,7 bilhões em sinergias por ano, sem fechar nenhuma fábrica. O negócio criou o quarto maior grupo automotivo do mundo em volume de vendas.

 

Foto: Paulo Bareta/Divulgação.