Geely tenta adquirir ações da FCA ou comprar Fiat

Imagem ilustrativa da notícia: Geely tenta adquirir ações da FCA ou comprar Fiat

A multinacional Geely não renunciou aos seus planos para entrar na estrutura participativa do Grupo FCA. A informação foi divulgada pela publicação espanhola semanal Autopista, conforme o portal Flash de Motor, da Venezuela.

 

Embora a presença do presidente da Geely, Li Shufu, não tenha sido confirmada esta semana no 2º Salão Internacional do Automóvel em Genebra, que atualmente é realizada na Suíça, há razões para acreditar que Geely não rejeitou seus planos para entrar na Fiat.

 

A publicação diz que em maio do ano passado Shufu se encontrou em Turim com John Elkann, herdeiro da família Agnelli, e o centro da reunião foi uma oferta de cerca de US$ 20 bilhões para a aquisição de todo o grupo, que foi rejeitado por Elkann.

 

Uma segunda oferta de cerca de US$ 22 bilhões foi realizada em agosto passado e teria sido mais atrativa para os italianos, mas através de um acordo que envolveria as marcas americanas do grupo e da Fiat européia, Lancia, Abarth e Innocenti, deixando a Alfa Romeo e Maserati, o que impediu novos progressos no negócio.

 

Apesar de ter investido cerca de US$ 8 bilhões de dólares na aquisição de quase 10% do Grupo DaimlerBenz e tenha investido US$ 4 milhões adicionais para cuidar de outros aspectos do processo de expansão, Li Shufu e Geely parecem ter liquidez suficiente para fazer uma nova oferta, que desta vez só envolvesse a Fiat.

 

Foto: Divulgação.