Scania pretende reduzir suas emissões em 50% até 2025

Imagem ilustrativa da notícia: Scania pretende reduzir suas emissões em 50% até 2025

A Scania divulgou na sexta-feira, 23, duas metas que foram estabelecidas e devem ser cumpridas até 2025: reduzir pela metade as emissões de CO² em suas operações globais e em seus fluxos de logística de transporte terrestre na Europa e na América Latina.

 

A fabricante busca atingir a primeira meta otimizando ainda mais seus processos de produção, melhorando a eficiência energética e convertendo sua geração atual para fontes renováveis. Em 2017, a Scania anunciou o compromisso de mudar seus processos para eletricidade e meios livres de combustíveis fósseis até 2020.

 

Ruthger de Vries, vice-presidente executivo de produção e logística, disse que a empresa tem uma visão de longo prazo para implantar operações de carbono zero: "Para alcançar nosso objetivo, estamos nos desafiando a reduzir as emissões de CO² em 50% em todas as nossas operações globais até 2025".

 

A meta também se aplica à diminuição dos níveis de emissão gerados a partir de suas próprias operações e da pegada de transporte.

 

"Conversamos diariamente com nossos clientes sobre as alternativas mais sustentáveis para suas atribuições no transporte. Nossas próprias operações logísticas são, em muitos aspectos, um laboratório onde testamos novas ideias e desenvolvemos nossas capacidades. Como um grande comprador de transportes, temos que nos esforçar para ser uma referência, para isso nos comprometemos a reduzir significativamente nossa pegada de emissões".

 

Foto: Divulgação.