Audi registra recorde de vendas

Imagem ilustrativa da notícia: Audi registra recorde de vendas

A Audi registrou o melhor trimestre de sua história de vendas, anunciou na segunda-feira, 9. De janeiro a março vendeu 463,8 mil automóveis no mundo, 9,8% a mais do que no mesmo período do ano passado. As altas demandas na China e na América do Norte, em particular, impulsionaram esse crescimento.

 

De acordo com Bram Schot, do conselho de vendas e marketing da companhia, o desempenho no período tornará viável a renovação da oferta de seus modelos: “A quebra de recorde, neste início de ano, nos dá um impulso importante. Com os modelos A7, A6, A1 e Q3 estaremos renovando cerca de um quarto de nosso portfólio somente na Europa ao longo do ano”.

 

Na China a Audi vendeu 154 mil 270 carros até março, aumento de 41,9% no volume vendido naquele país. O modelo A4 foi apontado como peça importante para esse crescimento: o número de suas entregas aos consumidores aumentou em 86,4% de um ano para o outro, com mais de 13,8 mil unidades -- desde janeiro foram mais de 37 mil 350 entregas, alta de 99,2% na comparação com o mesmo trimestre de 2017.

 

Na região compreendida por Canadá, Estados Unidos e México a Audi aumentou suas vendas em 8,3%, atingindo 24 mil 550 unidades. Somente no Canadá vendeu 3 mil 404 unidades em março, crescimento de 14%, e nos Estados Unidos as vendas aumentaram 9,7%.

 

Na Europa, contudo, o cenário foi inverso: queda de 5,8% nas vendas em março. Na Alemanha e no Reino Unido, os dois maiores mercados europeus da Audi, as entregas caíram com relação aos fortes números de vendas de 2017: no seu mercado interno, o da Alemanha, entregou 28 mil 247 automóveis, queda de 9% no trimestre, e no Reino Unido a queda, em março, foi de 2,9% em março se comparada à do mesmo mês do ano passado.

 

Foto: Divulgação.