Randon eleva a receita líquida em 46%

Imagem ilustrativa da notícia: Randon eleva a receita líquida em 46%
CompartilheBalanço
09/11/2018

Caxias do Sul, RS - O aumento da produção de caminhões, em 30,5%, e de semirreboques, em 72,5%, impulsionou o desempenho da Randon  Implementos e Participações nos nove primeiros meses do ano, juntamente com as exportações e o mercado de reposição. A companhia de Caxias do Sul registrou receita líquida de R$ 3 bilhões 50 milhões, incremento de 46,4% no comparativo com o mesmo período de 2017. O valor bruto chegou a R$ 4,3 bilhões, alta de 45%.

 

O mercado interno apurou elevação de 48%, totalizando R$ 3,9 bilhões, enquanto o externo evoluiu 25%, para R$ 463 milhões. A corporação consolidou lucro líquido de R$ 116,3 milhões, alta de 169%, com margem líquida de 3,8% - avanço de 1,7 ponto porcentual sobre os nove meses de 2017.

 

No mercado externo os mercados mais representativos para a empresa foram o Mercosul + Chile e o Nafta, que representaram 44,5% e 33,6% do total das exportações consolidadas, respectivamente. Na América do Sul os principais mercados, além do Chile, foram Argentina e Paraguai. Nas operações instaladas no Exterior a receita bruta total, com eliminação das vendas intercompany, nos nove meses, totalizou US$ 74,7 milhões, aumento de 15% ante o mesmo período de 2017.

 

De acordo com Geraldo Santa Catharina, diretor de relações com investidores, a companhia tem boa visibilidade de carteira para os próximos meses e a entrada de pedidos permanece positiva: “Mesmo com o bom desempenho do ano ainda estamos longe dos picos de mercado que tivemos há alguns anos, e o parque fabril brasileiro ainda tem capacidade disponível”.

 

Ele também obsevou que, na política, o novo governo eleito encontrará uma série de desafios pela frente, o que exige cautela adicional para o ano que vem.

 

Foto: Divulgação.