Exportações de autopeças cresceram 6%

Imagem ilustrativa da notícia: Exportações de autopeças cresceram 6%

São Paulo – As exportações de autopeças somaram US$ 7,8 bilhões em 2018, contra US$ 7,4 bilhões no ano anterior, alta de 6,4%. As importações foram de US$ 13,5 bilhões, ante US$ 12,7 bilhões em 2017, aumento de 6,1% na mesma base de comparação. Com isso, o déficit da balança comercial foi de US$ 5,6 bilhões no ano passado, alta de 5,6%, de acordo com os dados divulgados pelo Sindipeças, entidade que representa as fabricantes nacionais de autopeças.

 

Considerando apenas o mês de dezembro, as exportações chegaram a US$ 629,2 milhões, queda de 1,1% na comparação com o mesmo período do ano anterior e as importações foram de US$ 675,7 milhões, retração de 28,3%.

 

A Argentina segue como principal mercado, para onde as empresas de autopeças exportaram US$ 2 bilhões, contra US$ 2,2 bilhões em 2017, retração de 9,5%. Com esse resultado, a participação do país caiu para 25,7%, ante 30,3% -- influenciado pela crise econômica, que derrubou as vendas do setor.

 

Os Estados Unidos foram o segundo principal destino dos componentes nacionais, com US$ 1,5 bilhão exportados, contra US$ 1,2 bilhão na mesma base comparação, alta de 23,8% e 19,1% de participação. E o México foi o terceiro principal mercado, com US$ 973 milhões exportados, crescimento de 52,7% na comparação com 2017 e participação de 12,3%. 

 

Foto: Divulgação.