China reduz desempenho da Ford

São Paulo - A Ford divulgou na quarta-feira, 25, balanço referente ao seu desempenho global no segundo trimestre do ano. Receita e lucro líquido foram inferiores com relação aos registrados no mesmo período de 2017, devido a fatores relacionados à interrupção de produção de fornecedor de peças localizado na Amériuca do Norte, bem como a desafios enfrentados na China.

 

De abril a junho a empresa vendeu 1,4 milhões de veículos no mundo, o que gerou receita de US$ 35,9 bilhões, ou US$ 1,9 bilhão a menos do que a obtida em igual período no ano passado. Do total vendido, 742 mil veículos foram comercializados na América do Norte, 367 mil na Europa e 261 mil na Ásia. Na América do Sul foram 96 mil unidades.

 

Sobre a operação da companhia no período, o presidente Jim Hackett disse que "neste trimestre alcançamos sólidos resultados na América do Norte, compensados em parte por desafios inesperados com nossas operações no Exterior e ventos contrários no ambiente de negócios”.