Fiat apresenta o seu novo sedã, o Cronos

Imagem ilustrativa da notícia: Fiat apresenta o seu novo sedã, o Cronos
CompartilheMontadora
27/11/2017

A Fiat apresentou na segunda-feira, 27, seu novo sedã Cronos. O modelo será produzido na Argentina e chegará ao mercado brasileiro no primeiro trimestre do ano que vem. O lançamento faz parte da estratégia da empresa de renovação da linha de carros, assim como já ocorreu com a chegada da Toro, Mobi e do Argo.

 

O Fiat Cronos, que segue o padrão do hatch Argo, vem disputar o segundo maior segmento de automóveis do Brasil, que, somente em 2017, deverá absorver cerca de 330 mil veículos. Na Argentina, este segmento representa quase 100 mil carros por ano e é disputado por nada menos que 13 modelos de diferentes marcas. O modelo vai competir com o também recém-lançado Virtus, da Volkswagen, que terá as vendas iniciadas em janeiro.

 

Conforme explica Peter Fassbender, diretor do FCA Design Center Latam, o Cronos é baseado na nova plataforma MP-S (Modular Platform Sedan), concebida exclusivamente para o modelo e destinada à produção na Argentina: “Ao lado de Mobi, Toro e Argo, o Cronos expressa o novo momento da marca Fiat e traz luz e beleza à tradicional racionalidade que caracteriza os sedãs”. O modelo tem duas opções de motores 1.3 ou 1.8.

 

De acordo Herlander Zola, que há seis meses assumiu o cargo de diretor de marca da Fiat, o lançamento do Cronos faz parte da estratégia de evolução que acompanhou os últimos lançamentos da marca. A fabricante ainda não divulgou os valores que serão cobrados pelo novo modelo.

 

Expectativas – Conforme explica Zola, a expectativa para o mercado brasileiro é bastante positiva, especialmente considerando os dados do último trimestre, que mostra uma tendência de alta que deve ser mantida em 2018. Ele lembra que desde 2018 o Grupo FCA realizou cerca de R$ 20 bilhões em investimentos na região da América Latina, com aportes no polo industrial de Goiana, PE, e na fábrica de Betim, MG, por exemplo. Só em Córdoba, Argentina, foram cerca de US$ 500 milhões, ou algo um pouco superior a R$ 1,5 bilhão, em investimentos parte deles para adequar a planta à produção do Cronos. “Essa é uma região muito importante para o Grupo FCA.”

 

O executivo espera que o mercado brasileiro de automóveis tenha um crescimento entre 9% e 10% neste ano e algo entre 5% e 9% no ano que vem. “A expectativa é de crescimento para a marca, especialmente em virtude dos novos produtos como o Mobi, Argo, Toro e agora com o Cronos, que vai chegar no ano que vem”, finaliza Zola.

 

Foto: Divulgação