Grupo Continental estaria preparando spin-off

Imagem ilustrativa da notícia: Grupo Continental estaria preparando spin-off

Segundo a agência de notícias Bloomberg, o Grupo Continental estaria se preparando para uma revisão estrutural nas suas unidades de negócio. O conselho de administração da companhia e acionistas estariam analisando a possibilidade de manter apenas as divisões lucrativas, como a de chassis e a de pneus. Aquelas que não trazem lucros, ou que os geram de maneira mais discreta, poderiam ser organizadas sob a gestão de uma nova holding, que teria participação de outras empresas ou, medida mais drástica, poderiam ser extintas.

 

Apesar das informações que circulam na imprensa internacional, a Continental, por meio de nota, informou que não existe nenhum plano ou ações aprovadas referentes a mudanças organizacionais no mundo ou no Brasil. No entanto, continua a companhia, "a empresa está nos primeiros estágios de análise para tornar a companhia ainda mais flexível em meio a um ambiente de constante mudança na indústria automotiva".

 

Essa reorganização ocorreria num momento em que a indústria enfrenta mudanças importantes com vistas à produção de veículos elétricos e autônomos. Daimler e Delphi são exemplos de empresas que passaram por processo semelhante na forma como estão organizadas. Qualquer movimento da Continental precisará da bênção da fabricante de rolamentos Schaeffler, sua maior acionista, com aproximadamente 45% de participação.

 

Segundo dados da Bloomberg em 2017 a divisão de pneus da empresa representou 25,7% das receitas e a de chassis 22,1%. Componentes internos, como instrumentos para painel de veículos, 20,8%, componentes de powertrain 17,5%. E a ContiTech, braço de produção de componentes de borracha para outros setores afora o automotivo, 13,9%.

 

No Brasil o grupo mantém instaladas 19 unidades, sendo 11 produtivas. Em Camaçari, BA, mantém uma fábrica de pneus. Em Gravataí, RS, e Resende, RJ, produz peças.

 

* reportagem atualizada em 11/01

 

Foto: Divulgação