Meta do Onix 2019: manter a liderança.

Imagem ilustrativa da notícia: Meta do Onix 2019: manter a liderança.
CompartilheLançamento
25/05/2018

São Paulo – Manter a liderança de mercado. A General Motors não faz questão de esconder a estratégia com o lançamento da linha 2019 do Onix, que recebeu pequenas alterações estéticas em acabamentos e incorporou algumas novidades tecnológicas. São três anos no topo do ranking dos modelos mais vendidos, fato que colabora, também, para que a Chevrolet seja a marca mais consumida pelos brasileiros no mesmo período.

 

Com 58,4 mil unidades vendidas até abril, volume que dá confortável distância para o segundo modelo no ranking do mercado brasileiro – o Hyundai HB20, seu principal concorrente, emplacou 33,6 mil unidades –, o Onix recebeu recentemente dois competidores de peso: o Argo, da Fiat, e o Polo, da Volkswagen.

 

Ciente do aumento da concorrência, a montadora foi atrás do consumidor do Onix para saber o que poderia fazer para melhorar. Uma das últimas clínicas, segundo o diretor de marketing de produto da marca, Rodrigo Fioco, ocorreu em março no festival Lollapalooza, patrocinado pela Chevrolet.

 

Foi nessas clinicas que a GM identificou alguns pormenores que chamam a atenção do consumidor. Rodas aro 15 com aspecto esportivo, por exemplo, foram incorporadas nas versões Effect e Activ. O acabamento interno ganhou mais capricho em todas as versões, incluindo a LT, de entrada.

 

No quesito mimos tecnológicos, a GM não poupou esforços. Desde a versão LT 1.0, os modelos equipados com o MyLink ganham também câmera de ré e retrovisores com ajuste elétrico. Todos saem de fábrica com direção elétrica, travas e vidros elétricos e sistema de monitoramento da pressão dos pneus, dentre outros. A partir de R$ 48,2 mil.

 

As mudanças foram basicamente internas e em pacotes de equipamentos. O modelo ganhou também uma nova cor, azul, que Fioco diz ser anseio dos consumidores. Segundo o diretor, 25% das vendas serão da versão LT, 25% da LTZ, 5% da Effect e 15% da Active – os outros 30% são da Joy, que mantém a carroceria antiga.

 

Esta não ganhou alterações. Ainda: Fioco garantiu que em breve novidades chegarão na versão de entrada do modelo mais vendido no mercado brasileiro.

 

Foto: Divulgação