Cresce investimento em vendas online

Imagem ilustrativa da notícia: Cresce investimento em vendas online

São Paulo, SP - As vendas online de carros, motos e peças crescerão 14,3% na comparação com o ano passado e renderão coisa de R$ 15,2 bilhões, de acordo com dados da consultoria E-Consulting. De olho nessa projeção de crescimento o Canal da Peça, especializado na venda online de peças para veículos, espera aproveitar o bom momento e mais do que dobrar seu faturamento anual:

 

“Nossa meta é faturar R$ 15 milhões, mais do que o dobro do ano passado, R$ 6 milhões. Apostamos na transformação digital que se faz cada vez mais presente no setor e que está mudando o comportamento dos vendedores e dos consumidores", contou Fernando Cymrot, fundador e diretor financeiro da empresa. "Além disso, os sinais de recuperação e de crescimento da economia nos ajudarão a atingir essa expansão”.

 

A empresa já captou mais de R$ 27 milhões em aportes, que vieram de pessoas físicas com alto poder financeiro e interesse em investir em novos negócios e de fundos de investimentos em tecnologia, que investem em startups com grande potencial de crescimento. Mesmo com esse valor já captado no mercado a empresa estuda a chegada de novos: “Novos investimentos serão usados para acelerar o desenvolvimento de ferramentas de customização da plataforma online, melhorando a funcionalidade, para aumentar nossa equipe comercial e para atrair novos parceiros para vender a partir do Canal da Peça”.

 

Cymrot disse que, considerando apenas as vendas online de peças para veículos, o crescimento do segmento no ano será de até 70%, por causa do cenário citado acima. No Canal da Peça, varejistas e distribuidores podem anunciar, mas existem algumas condições para que realizem vendas na plataforma:

 

“Priorizamos parceiros profissionais, empresas que garantem a qualidade das peças, assim como a agilidade no atendimento dos pedidos e que tenham estoque para pronta entrega”.

 

As oficinas são os principais clientes, representando 80% das vendas. Os outros 20% são pessoas físicas que fazem a compra após receberem as instruções do seu mecânico, ou os apaixonados por carro que gostam de comprar as peças para fazer pessoalmente a manutenção de seus veículos.

 

Mas não é só o Canal da Peça que aproveitará o bom momento das vendas online: a Volanty, empresa que auxilia pessoas físicas na venda de seus veículos pela internet, também quer aumentar sua receita, de acordo com Antônio Avellar, seu CEO.

 

“Não revelamos nosso número de faturamento do ano passado, mas a expectativa é a de que aumente este ano, graças ao crescimento de nossas vendas online, cuja expansão esperada é de até quatro vezes com relação ao ano passado”.

 

A Volanty é responsável pela criação do anúncio, pela negociação com possíveis compradores, pelos encontros para mostrar o veículo e, finalmente, pela transação financeira, garantindo a segurança da operação:

 

Para conseguir crescer no mercado e expandir negócios, a companhia recebeu aporte de R$ 19 milhões, que vieram da Monashees e da Canary, empresas que investem em startups com grande potencial. O valor será usado para o desenvolvimento de novas ferramentas para a plataforma online, expansão dos centros de atendimento para clientes, que hoje só existe no Rio de Janeiro, RJ, e em novas contratações.

 

“Os clientes que querem anunciar na Volanty precisam levar o veículo até o nosso centro de atendimento, no Rio, e a nossa projeção é abrir novos centros em todo o País para conseguir atender a uma parcela cada vez maior do mercado.”

 

Fotos: Divulgação.