Indústria produz 1 milhão de motocicletas

Imagem ilustrativa da notícia: Indústria produz 1 milhão de motocicletas

São Paulo – A produção de motos no Brasil deverá chegar a 1 milhão 80 mil unidades no ano que vem, o que significaria alta de 4,3% na comparação com 2018, que encerrará com volume próximo a 1 milhão 35 mil motos fabricadas, expansão de 17,2% ante 2017. As projeções foram divulgadas pela Abraciclo, associação que representa as fabricantes de motos nacionais, na terça-feira, 11.

 

Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, disse que esta projeção é cautelosa e, caso o mercado avance mais, a associação poderá revisar os números: “Ainda temos cautela com o ano que vem, pois aguardamos que as reformas necessárias sejam feitas para que a economia melhore e o consumo da população aumente. Caso o cenário continue parecido com o atual, cresceremos dentro destas previsões iniciais”.

 

Com relação às vendas em 2019 a projeção da Abraciclo é que sejam comercializadas 998 mil motos, alta de 6,3% ante as 939 mil unidades que devem ser vendidas esse ano e assim trarão crescimento de 10,3% para o setor. Segundo Fermanian o aumento das vendas esse ano e no ano que vem são resultado da recuperação do cenário econômico, aumento da oferta de crédito e, principalmente, a volta da confiança do consumidor: “A aprovação das fichas de financiamento com as montadoras aumentou de 2 para 2,8 a cada dez e a nossa expectativa é que esse número continue crescendo no ano que vem”.

 

O presidente também disse entender que o crescimento projetado para 2019 será mais sólido ainda que porcentualmente menor, pois a base de comparação é bem maior do que a de 2017.        

 

A preocupação da associação está nas exportações, que deverão cair 30%, para 49 mil unidades. Esse ano o setor já registrará queda nas vendas para outros países, com 70 mil unidades exportadas até dezembro, em queda de 14,4%. O presidente da Abraciclo disse que essa redução será causada particularmente pela crise na Argentina, que consome em torno de 70% de nosso total exportado do segmento.

 

Balanço de novembro – No mês passado foram produzidas 90 mil 108 motos, alta de 8,4% ante igual período do ano passado. Ante outubro, de maior número de dias úteis, queda de 10,9%. No acumulado saíram das linhas de produção 968 mil 860 unidades, crescimento de 19% na comparação com o mesmo período do ano passado. 

 

As vendas ao varejo em novembro foram de 76 mil 792 unidades, expansão de 17,6% com relação ao mesmo mês do ano passado. Na comparação com outubro, baixa de 7,8%. De janeiro a novembro foram emplacadas 856 mil 45 motos, crescimento de 10,7% no comparativo com mesmo perído de 2017. Já as exportações chegaram a 3 mil 571 unidades, queda de 53,5% e, no acumulado, 65 mil 62 motos, retração de 12,9% ante igual período do ano passado.

 

Foto: Divulgação.