Argentina mantém sistema de cotas com o México

Imagem ilustrativa da notícia: Argentina mantém sistema de cotas com o México
CompartilheComércio Exterior
20/03/2019

São Paulo – Também previsto para começar este ano o livre comércio de veículos da Argentina com o México foi postergado para 19 de março de 2022. Diferentemente da negociação de mexicanos e brasileiros, que optaram por dar início ao comércio sem barreiras tributárias desde já, os governos argentino e mexicano mantiveram o sistema de cotas por mais três anos.

 

Nota divulgada pelo Ministério de Produção e Trabalho da Argentina justifica que ambos os países entendem que é preciso melhorar as condições de acesso de modelos argentinos ao mercado mexicano antes de entrar no livre comércio. Negociações nesse sentido serão conduzidas ao longo deste ano.

 

Pelo novo acordo os dois países poderão fazer intercâmbio comercial de veículos leves de até US$ 701 milhões este ano, valor 10% superior ao de 2018. A cota sobe para US$ 737 milhões em 2020 e para US$ 774 milhões em 2021, reajuste de 5% ao ano.

 

Em nota a Adefa celebrou a extensão do acordo por cotas: “Esforço conjunto do setor público e privado permitiu chegar a esse novo acordo comercial a partir da última cota, em linha com os pedidos da entidade”.

 

Foto: Divulgação.