Vendas na Argentina seguem ladeira abaixo

Imagem ilustrativa da notícia: Vendas na Argentina seguem ladeira abaixo

São Paulo – O mercado argentino de veículos segue a trajetória de queda iniciada no segundo semestre do ano passado. Em maio foram comercializados 36,6 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e chassis de ônibus, volume 56% inferior ao do mesmo mês de 2018, de acordo com dados da Acara, a associação que representa as empresas concessionárias de veículos.

 

No acumulado do ano a queda nos licenciamentos chegou a 51,1%, com 213 mil 271 veículos comercializados – em 2018, até maio, as vendas alcançaram 436 mil 256 unidades.

 

A base de comparação ainda é alta, pois até maio do ano passado as vendas na Argentina registraram recordes históricos -- foi a partir de junho que a situação econômica desandou e as vendas começaram a cair. Ainda assim o volume se manteve em patamar superior às 50 mil unidades até outubro, quando o mercado desabou.

 

Toyota e Renault empataram tecnicamente na liderança do mercado argentino no mês passado – apenas seis emplacamentos deram o primeiro posto à Toyota, 5 mil 224 a 5 mil 218. A Volkswagen ficou com a terceira posição, 5 mil 97 unidades vendidas.

 

Por modelos a liderança ficou com o Chevrolet Onix, 1,5 mil licenciamentos. Completam o pódio Toyota Etios, 1 mil 170, e Volkswagen Gol, 992 unidades comercializadas.

 

Foto: Divulgação.