Renova Ecopeças recicla duzentos carros por mês

Imagem ilustrativa da notícia: Renova Ecopeças recicla duzentos carros por mês
CompartilheMeio Ambiente
08/07/2019

São Paulo – Fundada em 2013, a startup Renova Ecopeças, uma iniciativa da Porto Seguro, já recicla em torno de duzentos carros de passeio por mês. A meta para 2019 é reciclar dois mil veículos, volume semelhante ao reciclado no ano passado, segundo o superintendente Fabio Frasson.

 

Esses modelos são provenientes de sinistros de clientes do grupo Porto Seguro e, segundo Frasson, o processo de reciclagem é dividido em muitas etapas: "A primeira fase a de descontaminação do veículo, tirando tudo que pode contaminar o meio ambiente, como óleo, bateria, pneu, gasolina e outros materiais, que são descartados corretamente. Depois disso, o veículo vai para um box de desmontagem onde tiramos o motor, o câmbio, painéis internos, peças de acabamento, tapeçaria e, por último, o monobloco".

 

Depois de desmontar o veículo, os funcionários separam as peças em três categorias. A primeira envolve os materiais em perfeito estado para uso, como motor, câmbio, bancos, tapeçaria, que entram para o estoque da Renova e são vendidas com até 70% de desconto na comparação com uma nova no mercado de reposição: "Vendemos essas peças na sede da Renova ou pelo nosso e-commerce, mas o frete fica por conta do comprador".

 

A segunda categoria é de componentes que tem algum defeito estético, como um para-choque ralado ou uma porta com pequeno amassado, mas que não tem sua aplicação comprometida. Nesse caso, são revendidos com até 80% de desconto.

 

A terceira categoria é de peças que não podem ser revendidas porque possuem algum dano estrutural: esses componentes são vendidos para siderúrgicas que usam o material como matéria prima.

 

A Renova já estuda avançar a reciclagem para outros segmentos: "Estamos fazendo alguns estudo de mercado para começarmos a reciclar caminhonetes, motos e vans. A ideia é começar alguns testes para ver se existe demanda pelas peças e escala necessária para reciclagem".

 

Além de manter o recorde de veículos reciclados em 2019, a Renova também espera atingir pela primeira vez o equilíbrio de contas: "Nosso foco não é lucrar com a Renova, mas como qualquer outra empresa, precisamos conseguir pagar nossas contas para atender diretrizes corporativas. Nosso plano é chegar ao ponto de equilíbrio a partir deste ano".

 

Foto: Divulgação.