Montadoras melhoram logística de exportação e importação

Imagem ilustrativa da notícia: Montadoras melhoram logística de exportação e importação
CompartilheComércio Exterior
27/09/2019

São Paulo – A Volkswagen foi certificada pela Receita Federal como um OEA, Operador Econômico Autorizado, na categoria Conformidade Nível 2. Significa, na prática, uma evolução de patamar dentro do contexto das exportações de veículos: evoluir da categoria Segurança, à qual pertencia anteriormente, para o nível 2, faz com que a empresa tenha uma série de vantagens nos processos aduaneiros aqui e em países que mantêm acordos com o Brasil.

 

Inserida dentro da nova categoria, em resumo, os embarques e importações da Volkswagen passam a ter prioridade na conferência dos veículos nos portos, armazenamento prioritário em pátios e obtenção de documento aduaneiros de forma mais rápida na comparação com os processos enfrentados por exportadores que não têm certificação. Para conseguir a certificação OEA a empresa deve atender a requisitos que envolvem segurança e gestão de riscos.

 

A Receita Federal avalia os riscos envolvidos na operação da montadora e como a empresa lida com a sua gestão, combate e monitoramento. Dependendo do desempenho o órgão concede a certificação, e conforme o nível de segurança aumenta a empresa pode obter outras certificações que lhe permite acesso a mais benefícios aduaneiros.

 

Dentre as fabricantes de automóveis instaladas no País que exportam a Volkswagen era a única que ainda não tinha certificação Conformidade Nível 2, obtida em 19 de setembro e publicada no Diário Oficial da União em 23 de setembro. Dentre as montadoras de caminhões e ônibus Volvo e Iveco são certificadas no nível 2. A Scania, por sua vez, tem certificação Segurança.

 

O programa brasileiro de Operador Econômico Autorizado foi criado em 2015 e, até agosto, certificou 378 funções de empresas de todos os setores. Desse total a maioria diz respeito a companhias importadoras e exportadores. Transportadores, operadores portuários, operadores aeroportuários e agentes de carga também são grupos que procuram obter a certificação OEA.

 

* Ao contrário do publicado originalmente a Renault não foi a única montadora a obter a maior certificação: com a conquista da Volkswagen, todas estão no nível Conformidade Nível 2. O texto foi corrigido.

 

Foto: Claudio Neves/Portos do Paraná.