Novos modelos e híbridos: os planos da Caoa Chery.

Imagem ilustrativa da notícia: Novos modelos e híbridos: os planos da Caoa Chery.

São Paulo – Dois novos modelos serão produzidos pela Caoa Chery no Brasil em 2020, um em cada fábrica. De Anápolis, GO, sairá o SUV Tiggo 8, mostrado no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo no ano passado, e de Jacareí, SP, o sedã Arrizo 6, revelou seu presidente, Marcio Alfonso, no lançamento do Arrizo 5E, na terça-feira, 1º.

 

Faz parte do planejamento, também, a produção local de modelos híbridos em ambas as unidades. Alfonso não forneceu pormenores, mas garantiu que, assim como uma eventual produção local de elétrico, não seriam necessários grandes investimentos para montar modelos híbridos nas fábricas brasileiras – o plano atual, inclusive, já prevê a produção destes modelos no Brasil.

 

“Há essa necessidade, pois o Rota 2030 [a política industrial desenhada pelo governo federal para o setor automotivo] tem metas ousadas de eficiência energética que só serão possíveis de serem alcançadas com modelos híbridos ou elétricos.”

 

Alfonso admitiu que a meta de vendas traçada no ano passado para a empresa, 35 mil unidades, não será alcançada: “Revimos esses volumes para 27 mil. No ano passado vendemos cerca de 9 mil veículos”.

 

Segundo ele o mercado nacional vem sendo sustentado pelas vendas diretas, segmento no qual a Caoa Chery possui baixa atuação: “Dos 1 mil 850 modelos licenciados no mês passado, 140 foram por meio de venda direta, e a maior parte para PcD. Como estamos em fase de construção da marca no mercado brasileiro damos prioridade ao varejo”.

 

O presidente da Caoa Chery acredita que as vendas a pessoas físicas crescerão no último trimestre, impulsionadas pela liberação do dinheiro do FGTS, décimo-terceiro salário e a aproximação das festas de fim de ano. Em paralelo segue em curso a expansão da rede de concessionários: as 81 revendas ganharão a companhia de ao menos mais dezenove até o fim do ano:

 

“Queremos chegar ao fim de dezembro com mais de cem concessionárias”.

 

Foto: Divulgação.