Mann+Hummel aposta na diversificação na área da mobilidade

Imagem ilustrativa da notícia: Mann+Hummel aposta na diversificação na área da mobilidade
Foto Jornalista  Bruno de Oliveira

Por Bruno de Oliveira

CompartilheEmissões
21/02/2020

Indaiatuba, SP -- A Mann+Hummel anunciou que diversificará sua oferta para além dos filtros veiculares que consolidou sua operação no Brasil. A partir de fevereiro a empresa passa a produzir na fábrica de Indaiatuba, SP, torres de filtragem de ar para aplicação em espaços públicos. O produto, embora tenha forte aderência com o universo do urbanismo, também tem aplicação no setor automotivo.

 

Isso porque o conjunto de filtros de nano partículas, que já é aplicado em espaços urbanos na Alemanha, onde fica a casa matriz da companhia, pode integrar projetos de mobilidade. Um exemplo entrará em atividade na operação de coleta de lixo da Corpus, em Indaiatuba: caminhões elétricos BYD carregam o filtro na parte superior do emplemento. Uma vez circulando pela cidade, filtra o ar por onde passa.

 

Imagem ilustrativa da notícia: Mann+Hummel aposta na diversificação na área da mobilidade

 

"Imagine uma frota de ônibus elétricos em uma cidade como São Paulo, por exemplo, a quantidade de ar que será filtrada em uma região com alta concentração de emissões de poluentes", disse Marcos Vanussi, vice-presidente de vendas para o mercado de OEM. "Não reinventamos a árvore, mas criamos uma alternativa sustentável para empresas que desejam reduzir suas emissões."

 

O executivo disse que a fábrica paulista -- há um total de quatro no Brasil -- está preparada para produzir o equipamento de acordo com a demanda. A mídia do filtro, como é denominado o material filtrante, será produzido aqui e a estrutura metálica é construída por uma empresa parceira. Na quinta-feira, 20, uma torre foi inaugurada na entrada da fábrica de Indaiatuba.

 

Há um projeto na cidade para instalação de outras quatro em um terminal de ônibus urbano. Trata-se de um projeto piloto para que sejam realizados testes em campo e, também, para divulgar a tecnologia que já está difundida na Alemanha, na Coreia do Sul e na Índia.

 

Afora o CO² e o NOx, partículas emitidas por veículos, os filtros das torres também retêm outros materiais que ficam suspensos no ar em área de trânsito intenso, como detritos minúsculos de pneus, do asfalto e das lonas de freios.

 

O equipamento foi desenvolvido na Alemanha dentro da nova unidade de negócios da Mann+Hummel, a Life Style and Environment, Estilo de Vida e Meio Ambiente em tradução livre do inglês.

 

De acordo com Vanussi, a empresa pretende investir no País nos próximos cinco anos na diversificação da oferta para o mercado brasileiro. O valor, no entanto, não foi divulgado.

 

Foto: Divulgação.