Startup aposta em serviço de mecânico delivery

Imagem ilustrativa da notícia: Startup aposta em serviço de mecânico delivery
Foto Jornalista Caio Bednarski

Por Caio Bednarski

CompartilheTecnologia
25/03/2020

São Paulo – Em tempos de quarentena, horários reduzidos de atendimento e, em alguns casos, cidades com as oficinas das concessionárias impedidas de operar, o serviço oferecido pela startup Tempo Tem ganha mais relevância. Desde junho do ano passado a empresa oferece um sistema de mecânico delivery, que faz a manutenção do veículo sem precisar tira-lo da garagem.

 

Com uma frota composta por vans e motocicletas – os veículos duas rodas são usados para serviços mais simples, como troca de bateria – a Tempo Tem oferece manutenção preventiva, revisão, troca de óleo e outros serviços sem tirar o carro de casa. Auxilia, também, o cliente no local, com o serviço de auto socorro. Basta o cliente acessar o site e selecionar o horário de atendimento:

 

“Oferecemos manutenção preventiva e corretiva e conseguimos solucionar até 90% das panes mais comuns dos veículos sem precisar guinchar o veículo”, disse Bianca Amaral, diretora da startup. “Consertamos na garagem ou na rua, onde o cliente estiver”.

 

Para serviços que não são considerados simples a startup utiliza suas vans, equipadas como oficinas, para prestar os serviços. Se o veículo necessitar de uma peça que o reparador não tem no estoque da van, há a possibilidade dele comprar para o cliente e trocá-la: “Em último caso, quando não conseguimos exercer o reparo, as vans são usadas para guinchar o veículo até uma mecânica. O cliente não paga a mais por isso, porque os serviços oferecidos no site têm preço fixo”.

 

Imagem ilustrativa da notícia: Startup aposta em serviço de mecânico delivery

 

Por enquanto em Curitiba, PR, e São Paulo, SP, a Tempo Tem começa a mirar outros mercados, segundo a diretora Bianca Amaral: “Todas as capitais estão em nosso radar. Algumas com planos mais avançados, como o Rio de Janeiro, onde já temos uma van circulando para coletar dados”.

 

Operando no mercado desde junho do ano passado a Tempo Tem passará a investir em campanhas de marketing e outros serviços de divulgação para atingir seu público alvo, pessoas que já veem o valor agregado nesse tipo de serviço e, por isso, estão dispostas a pagar.

 

Novos serviços também estão nos planos da startup, que pretende aumentar o leque de opções nos próximos meses, começando pela troca de embreagem e de pastilhas de freio, que são muito procurados pelos clientes. Conforme o crescimento da demanda a Tempo Tem aumentará sua frota, composta por seis vans e duas motocicletas que operam em São Paulo e quatro vans e uma motocicleta em Curitiba.

 

A redução nas atividades por causa do avanço do coronavírus provocou uma queda de 80% na busca por serviços da startup, que notava aumento na demanda. Mesmo com esse cenário a expectativa é a de que a demanda volte ao normal em breve: “Os problemas com os veículos continuarão aparecendo e as pessoas terão que voltar a resolvê-los”.

 

Bianca Amaral reconheceu que os planos de expansão poderão atrasar com o contexto atual, mas disse que eles estão mantidos.

 

Fotos: Divulgação.