Preços de modelos 2020-2021 subiram mais de 5% em maio

Imagem ilustrativa da notícia: Preços de modelos 2020-2021 subiram mais de 5% em maio
Foto Jornalista  André Barros

Por André Barros

CompartilheVarejo
09/06/2020

São Paulo – Os preços de automóveis e comerciais leves 0KM oferecidos no mercado brasileiro foram reajustados, em média, 2,25% para cima em maio, comparado com abril, aponta um estudo da KBB, Kelley Blue Book, marca da Cox Automotive que monitora o mercado de novos e usados do Brasil. A correção foi ainda mais relevante nos modelos 2021 e 2020, com alta média de 5,32% e 5,15%, respectivamente. As unidades ano/modelo 2019 e 2018 ainda em estoque registraram variação positiva, na ordem, de 0,87% e 0,04%.

 

As informações foram publicadas na edição de maio do MVP, Monitor de Variação de Preços, da consultoria. Segundo a KBB a correção foi maior nos anos/modelo 2021 e 2020 por serem modelos mais novos, com maior velocidade de renovação e que já trazem, portanto, o repasse do aumento nos custos de produção recente das montadoras, tanto pelo aumento do dólar como pela adequação das linhas de produção às exigências sanitárias para evitar a covid-19, bem como uma necessidade de elevar a rentabilidade devido à menor demanda.

 

O MVP da KBB avaliou 22 mil 70 versões de veículos 0KM, seminovos e usados oferecidos no mercado nacional. Em abril o preço dos 0KM havia recuado 0,31%, em média, na comparação com março, enquanto os seminovos e usados foram reajustados 1,23% e 1,84%, respectivamente, em média. A situação mudou em maio: ao passo que os 0KM elevaram o preço os seminovos caíram 0,66% e os usados 2,24%,

 

Com exceção da Audi, cujos preços recuaram 2,03% de abril para maio, a Citroën, 1,48% de desvalorização, e a Jeep, estável, todas as demais marcas corrigiram seus preços de um mês para o outro. A BMW foi a que teve o maior reajuste: 9,5% - e já vinha de um aumento de 0,53% de março para abril. A Peugeot, com 7,81%, foi a segunda marca com maior elevação no preço médio.

 

O preço médio dos modelos Chevrolet subiu 2,7%, os Volkswagen 1,89%, e os Fiat 4,46%. As duas últimas marcas já haviam reajustado em abril sobre março: 0,89% e 0,17%, respectivamente. Modelos Ford 0KM ficaram 4,52% mais caros no mês passado.

 

Por modelos destaque para as picape Fiat Strada e Toro: reajuste de 8,36% e 7,58%, segundo o levantamento da KBB. Curiosamente, em maio os modelos tiveram bom posicionamento no ranking dos mais vendidos do mercado brasileiro. Outro aumento de preço relevante foi no Volkswagen T-Cross, 7,68%.

 

Os Chevrolet Onix e Onix Plus ficaram 1,69% e 3,43% mais caros, em média, enquanto a Hyundai manteve os preços do HB20.

 

Foto: Freepik.