Propulsão para todo tipo de energia

Imagem ilustrativa da notícia: Propulsão para todo tipo de energia
Foto Jornalista AutoData Empresarial

Por AutoData Empresarial

CompartilheAutoData Empresarial
13/01/2020

A Cummins apresentou recentemente na mais importante mostra de veículos comerciais dos Estados Unidos, a NACV (North America Commercial Vehicle Show), que aconteceu em Altanta, um caminhão pesado movido a célula de combustível de hidrogênio e energia elétrica.

 

Com mais essa inovação em termos de propulsão alternativa, a Cummins demonstra claramente ao mercado mundial que está tecnologicamente preparada para oferecer amplo portfólio de opções de energia que vai do tradicional diesel, passando pelo gás natural (como opção transitória para o Brasil), há também os motores híbridos e, para mercados mais maduros, há as soluções de bateria de célula a combustível elétrica e hidrogênio.

 

O caminhão de emissão zero apresentado na NACV é um veículo indicado para aplicações vocacionais como operações logísticas em centros urbanos. O veículo conta com uma célula a combustível de membrana de troca de prótons (PEM) da Hydrogenics, empresa recentemente adquirida pela Cummins.

 

A nova solução para logística urbana foi projetada para uma célula de combustível de 90 kW e é escalável em incrementos de 30 kW ou 45 kW até 180 kW e também possui uma capacidade da bateria de íons de lítio de 100 kWh. Com essa energia, o veículo tem capacidade para rodar até 400 quilômetros ou o dobro disso com tanques de hidrogênio adicionais.

 

Muitos dos componentes críticos do trem de força, incluindo a célula de combustível PEM, o controlador do sistema, os controles do trem de força, as caixas de junção, entre outros, foram projetados e desenvolvidos pela própria Cummins. A ideia da fabricante de motores foi demonstrar às montadoras de veículos comerciais as diversas possibilidades futuras para propulsão veicular mais eficiente e ambientalmente amigável.

 

Para o Brasil, a aposta da Cummins como alternativa ao diesel é o motor a gás natural. A empresa exibiu na última Fenatran o motor a gás natural L9N Near Zero, considerado o motor a combustão mais limpo do mundo, com 320 cv de potência e 138,2 kgfm de torque máximo. Segundo a empresa, ele oferece redução de 80% na emissão de partículas, 90% de óxidos de nitrogênio (NOx) e 70% de emissão dos gases de efeito estufa.

 

Imagem ilustrativa da notícia: Propulsão para todo tipo de energia

 

“Os motores movidos a gás natural são muito limpos e eficientes. O aumento da abundância de gás, uma tecnologia madura que requer investimentos em infraestrutura relativamente simples, faz com que esses motores sejam uma ótima solução para muitos clientes e mercados, inclusive na América Latina”, diz Luís Pasquotto, Vice-presidente da Cummins Inc. e Presidente da Cummins Brasil.

 

O Cummins L9N Near Zero possui, ainda, novo módulo que fornece monitoramento e controle completos dos sensores do motor e dos sistemas de combustível e ignição, com um processamento mais rápido para suportar os requisitos de diagnóstico on-board pesados (taxa de transmissão de 500K). Também é equipado com telemetria e com um novo módulo de controle de ignição (ICM) que oferece melhor desempenho e maior durabilidade da vela de ignição e da bobina, além de autodiagnóstico. Esse motor será utilizado em um ônibus com capacidade para até 101 passageiros que irá circular por Santiago, no Chile, sendo sua primeira aplicação fora dos Estados Unidos.

 

A linha a gás abrange sete plataformas diferentes de motores para caminhões e ônibus que variam de 5,9 a 12 litros e potências de 195 cv a 400 cv. De acordo com Pasquotto, a empresa já está com parcerias com Agrale e Marcopolo para o desenvolvimento de ônibus equipados com os motores a gás. Enquanto não houver volume para justificar a produção nacional, os motores serão importados, a princípio, dos EUA e da China.