Dinamarquesa compra Dupont Cipatex

Imagem ilustrativa da notícia: Dinamarquesa compra Dupont Cipatex
CompartilheNegócios
02/03/2018

Após três meses de negociação, a Fibertex Nonwovens, empresa fabricante de nãotecidos e pertencente ao grupo industrial dinamarquês Schouw & Co., comprou a empresa brasileira de nãotecidos DuPont Cipatex, que desde o início de fevereiro passou a se chamar Fibertex Nãotecidos.

 

O valor do negócio não foi revelado, mas o objetivo é ampliar a representatividade da empresa no setor automotivo, especialmente no mercado sul-americano, considerado uma importante oportunidade de negócios para a companhia. Um veículo médio consome, cerca de 30m² de nãotecidos, que são aplicados em faróis, assentos, prateleiras e em aplicações externas, como em carcaças de roda, isolamento de motor, entre outros. O objetivo da companhia é ampliar sua fatia neste mercado.

 

Jorge Ferlov Ribeiro, responsável pelos negócios na Espanha e em Portugal, comentou a meta da empresa: “Hoje o setor automotivo representa 40% do faturamento mundial da empresa e no Brasil tem 25% deste mercado. A meta é ter o mesmo porcentual mundial também nos negócios do Brasil”.

 

De acordo com Carlos Eduardo Benatto, responsável pelos negócios no Brasil, serão realizados investimentos em tecnologia para a expansão da capacidade e também para novos produtos: “Nossa unidade no Brasil está localizada em Cerquilho, SP, e vamos criar uma plataforma maior e mais sólida, aumentando entre 15% e 20% a capacidade total”.

 

Com receita anual perto de R$ 750 milhões, a Fibertex Nonwovens conta com plantas em operação na África do Sul, Dinamarca, Estados Unidos, França, República Checa e Turquia.

 

Fundada em 2001, com a união da Dupont e Cipatex, a Duci teve receita anual, em 2017, de R$ 64 milhões.

 

Foto: Divulgação.